Compartilhe!
  •  
  • 8
  •  
  •  

Os seis clubes mais populares da região aparecem entre os 25 primeiros do país.

O Ibope-Repucom publicou a atualização das bases digitais dos principais clubes brasileiros, somando os perfis oficiais nas cinco redes sociais mais utilizadas no futebol até janeiro de 2021 – Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok; confira o quadro completo abaixo. Ao todo, o ranking digital conta com 50 times monitorados, incluindo 14 nordestinos – eram 15, mas o Campinense (PB) foi ultrapassado pelo Londrina (PR) e deixou a lista após três meses figurando em 50º.

A análise do blog foca sobretudo a região, sendo esta tabela a 10ª desde o início da pandemia e a 6ª após a largada das Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro de 2020, ainda em disputa – obviamente, o futebol em atividade ajudou a alavancar os dados. Normalmente, costumo fazer uma análise mensal, mas desta vez, especificamente, seguindo até mesmo o balanço feito pelo Ibope, optei por comparativos anuais. Apesar das oscilações durante a temporada, o Sport começa 2021 da mesma forma de 2020, em 13º lugar no ranking – além da ampla folga na liderança regional. Na tabela nacional, o time segue com o Botafogo como concorrente mais próximo, mas abriu vantagem neste período de 12 meses, de 7.459 para 46.913.

Ao todo, o leão pernambucano ganhou 412 mil seguidores em suas cinco redes. O Bahia, que foi o primeiro da região a investir numa plataforma própria de streaming, teve 324 mil adesões. Neste quesito, destaque para o Ceará, com 525 mil novos seguidores, tendo o 12º maior crescimento absoluto do país. No ranking, subiu do 19º para o 17º lugar.

Na cola do vozão, o rival Fortaleza, com o 13º maior crescimento (460 mil). Boa disputa. Considerando a evolução em termos percentuais, que teve a liderança do Bragantino (+89%!), o Íbis foi o principal da região, aumentando a sua base em 40%. É muita coisa. Pelo critério do Ibope, o levantamento soma os 20 times presentes na Série A de 2020 e os 30 com as maiores bases digitais nas demais divisões, ou mesmo aqueles sem participação no Brasileirão.

Abaixo, o ranking completo com as 50 maiores bases digitais do país. Caso esteja num aparelho celular, “estique” a tela para melhorar a visualização do quadro. O seu clube está presente?

A seguir, os seis quadros sobre o Nordeste (e o top 3 nacional), com as respectivas evoluções anuais e as observações do blog sobre os novos dados, contabilizados pela equipe do Ibope até 31 de dezembro – o asterisco (*) corresponde à maior evolução do NE. Também vale a ressalva de que uma pessoa pode ter contas em diferentes plataformas, com a lista contando cada uma delas. E também pode, em tese, seguir perfis rivais, também contabilizados.

1) Soma das cinco redes quantificadas
A estreia do TikTok, cuja primeira coluna saiu em junho, turbinou os dados gerais. Metade dos nordestinos presentes tiveram mais de 100 mil adesões. O menor crescimento foi o do ABC, ainda assim em 33 mil, dando uma média de 2,8 mil/mês. O Ceará, com mais de meio milhão, teve uma média mensal de 43 mil adesões! Em relação às colocações, o Vitória começou o ano em 3º e acabou em 5º, sendo ultrapassado pela dupla cearense. E o Íbis furou “G7”, passando o Náutico.

Top 10 do NE (e a posição nacional)
1º) 3.708.304 (13º) – Sport (+412.380)
2º) 3.560.446 (15º) – Bahia (+324.932)
3º) 2.332.071 (17º) – Ceará (+525.563)*
4º) 2.283.401 (18º) – Fortaleza (+460.800)
5º) 2.104.459 (19º) – Vitória (+200.709)
6º) 1.237.133 (22º) – Santa Cruz (+174.923)
7º) 665.576 (28º) – Íbis (+189.112)
8º) 564.855 (30º) – Náutico (+86.353)
9º) 497.911 (31º) – ABC (+50.745)
10º) 490.940 (32º) – CSA (+76.480)
11º) 479.240 (34º) – América-RN (+33.844)
12º) 429.499 (36º) – CRB (+61.184)
13º) 355.965 (41º) – Sampaio Corrêa (+64.154)
14º) 264.380 (48º) – Botafogo-PB (+46.131)

Top 3 do Brasil
1º) 37.198.566 – Flamengo (+9.222.825)
2º) 25.063.977 – Corinthians (+2.099.311)
3º) 16.245.534 – São Paulo (+1.325.386)

2) Facebook
A rede de Mark Zuckerberg apresenta, disparado, o pior cenário neste levantamento, e sem sinais de mudança. Metade dos nordestinos registraram decréscimo, incluindo os quatro pernambucanos presentes – será alguma tendência mais efetiva no Recife? Na verdade, só Ceará (38 mil), Vitória (31 mil) e Fortaleza (14 mil) destoaram, ainda assim com dados abaixo se comparados com outras redes. Sobre a lista, a única mudança foi o Sampaio tomando o 11º lugar do CSA.

Top 10 do NE
1º) 1.120.998 – Bahia (-1.263)
2º) 1.057.809 – Sport (-9.352)
3º) 926.788 – Fortaleza (+14.938)
4º) 893.753 – Ceará (+38.429)*
5º) 549.352 – Santa Cruz (-5.960)
6º) 494.665 – Vitória (+31.682)
7º) 236.583 – América-RN (-2.042)
8º) 219.395 – ABC (-1.783)
9º) 212.097 – Náutico (-774)
10º) 164.026 – Sampaio Corrêa (+6.776)
11º) 159.784 – CSA (+1.496)
12º) 145.420 – CRB (+1.504)
13º) 140.830 – Íbis (-1.636)
14º) 89.778 – Botafogo-PB (+222)

Top 3 do Brasil
1º) 12.213.719 – Flamengo (+153.615)
2º) 11.165.735 – Corinthians (-189.616)
3º) 6.637.216 – São Paulo (-55.331)

3) Twitter
É a rede mais estável em relação ao futebol – e também a mais utilizada pelos brasileiros para o debate, segundo pesquisa do próprio Ibope. Quase todos os nordestinos cresceram, com exceção do Vitória (-3 mil). Na prática, a queda só ocorre a partir de varreduras do microblog sobre perfis inativos. A única mudança no ranking foi proporcionada pelo Íbis, que passou o Santa e virou o 6º.

Top 10 do NE
1º) 1.578.241 – Sport (+6.737)
2º) 1.459.849 – Bahia (+27.269)
3º) 1.132.971 – Vitória (-3.542)
4º) 338.230 – Ceará (+29.882)
5º) 288.873 – Fortaleza (+35.727)
6º) 263.251 – Íbis (+62.491)*
7º) 247.730 – Santa Cruz (+11.114)
8º) 148.578 – Náutico (+7.937)
9º) 123.147 – ABC (+1.691)
10º) 100.220 – América-RN (+2.363)
11º) 85.856 – CRB (+5.973)
12º) 48.114 – CSA (+6.291)
13º) 34.240 – Botafogo-PB (+2.224)
14º) 19.550 – Sampaio Corrêa (+8.515)

Top 3 do Brasil
1º) 7.184.432 – Flamengo (+856.532)
2º) 6.214.329 – Corinthians (+159.420)
3º) 4.387.413 – São Paulo (+83.017)

4) Instagram
Entre as quatro redes originais do levantamento, o Insta teve o melhor desempenho na região. Todos os clubes cresceram, sendo cinco já acima de 100 mil usuários. Novo destaque para Ceará e Fortaleza. O vozão tomou a liderança do Bahia e o leão do pici subiu duas casas, chegando à vice-liderança. A dupla soma 1,50 milhão de seguidores. Já Bahia e Vitória somam 1,06 milhão, enquanto Sport e Santa Cruz somam 967 mil. Dos 14 clubes do NE, só 1 não aumentou a sua base em pelo menos 20 mil – ainda assim, o América de Natal teve 18 mil adesões.

Top 10 do NE
1º) 784.388 – Ceará (+217.452)*
2º) 718.240 – Fortaleza (+162.635)
3º) 702.599 – Bahia (+130.926)
4º) 676.354 – Sport (+119.095)
5º) 366.123 – Vitória (+94.869)
6º) 291.251 – Santa Cruz (+71.469)
7º) 261.495 – Íbis (+128.257)
8º) 222.542 – CSA (+27.693)
9º) 161.623 – CRB (+30.807)
10º) 141.589 – Sampaio Corrêa (+27.103)
11º) 137.080 – Náutico (+22.590)
12º) 121.469 – ABC (+26.497)
13º) 109.144 – América-RN (+18.730)
14º) 97.662 – Botafogo-PB (+20.285)

Top 3 do Brasil
1º) 9.480.405 – Flamengo (+2.210.668)
2º) 5.324.713 – Corinthians (+840.307)
3º) 3.244.605 – São Paulo (+531.400)

5) Youtube
O “ano do streaming” marcou o crescimento dos canais dos clubes no Youtube. No caso cearense, ambos transmitiram jogos do Estadual, aumentando demais os dados. O Fortaleza tomou a liderança do Bahia, que na verdade caiu para 3º lugar, sendo ultrapassado também pelo Ceará. O ano terminou com três clubes (Bahia/Sócio Digital, Sport/Leão Play e Santa/TV Coral) tendo plataformas ativas de streaming. Veremos como ficará o desempenho nesta rede a partir disso.

Top 10 do NE
1º) 183.000 – Fortaleza (+81.000)*
2º) 140.000 – Ceará (+64.100)
3º) 135.000 – Bahia (+26.000)
4º) 126.000 – Sport (+26.000)
5º) 67.800 – Santa Cruz (+17.300)
6º) 52.800 – Vitória (+19.800)
7º) 29.100 – América-RN (+10.600)
8º) 28.900 – Botafogo-PB (+9.600)
9º) 26.100 – CSA (+6.600)
10º) 21.000 – ABC (+11.440)
11º) 18.800 – Náutico (+8.300)
12º) 18.700 – CRB (+5.000)
13º) 13.500 – Sampaio Corrêa (+4.460)

Top 3 do Brasil
1º) 5.920.000 – Flamengo (+3.600.000)
2º) 1.480.000 – Palmeiras (+190.000)
3º) 1.420.000 – Corinthians (+350.000)

6) TikTok
Todos os clubes do Nordeste criaram os seus perfis oficiais no TikTok durante 2020. O Sport foi o primeiro a criar uma conta, em 22 de março. E é também o de melhor desempenho, tendo a 6ª maior base de todo o país. O crescimento nesta rede representou 65% de todos os novos seguidores do clube. No Ceará, que teve o maior crescimento do NE na soma das redes, o TikTok representou 33%. Creio que a curva geral deva desacelerar neste ano, após a consolidação das bases.

Top 10 do NE
1º) 269.900 – Sport (+269.900)*
2º) 175.700 – Ceará (+175.700)
3º) 166.500 – Fortaleza (+166.500)
4º) 142.000 – Bahia (+142.000)
5º) 81.000 – Santa Cruz (+81.000)
6º) 57.900 – Vitória (+57.900)
7º) 48.300 – Náutico (+48.300)
8º) 34.400 – CSA (+34.400)
9º) 17.900 – CRB (+17.900)
10º) 17.300 – Sampaio Corrêa (+17.300)
11º) 13.800 – Botafogo-PB (+13.800)
12º) 12.900 – ABC (+12.900)
13º) 4.193 – América-RN (+4.193)

Top 3 do Brasil
1º) 2.400.000 – Flamengo*
2º) 939.000 – Corinthians*
3º) 639.500 – Palmeiras (+639.500)
* Criaram as contas ainda em 2019, não havendo histórico para comparação


Compartilhe!
  •  
  • 8
  •  
  •