Compartilhe!

Na Arena Samara, o Uruguai surpreendeu e marcou duas vezes com 23 minutos de bola rolando – o primeiro gol saiu numa falta bem cobrada por Suárez, que chegou a 7 tentos em Mundiais. Ainda no 1T, os russos perderam Smolnikov, expulso após o segundo amarelo. Com a boa vantagem, no placar e em campo, a celeste administrou o resultado no 2T, transformado em goleada nos descontos, com Cavani pegando um rebote, 0 x 3.

De forma categórica, os charrúas derrubaram vantagem da Rússia e terminaram na liderança do grupo A, sem sofrer gols. Foi a 22ª vez na história em que o país-sede foi derrotado, sendo o escrete uruguaio um dos maiores carrascos – esta foi a 3ª vez, incluindo o Maracanazo.

No outro jogo do grupo, em Volgograd, o duelo entre dois países eliminados, Egito e Arábia Saudita. No lado egípcio, o goleiro El-Hadary tornou-se o jogador mais velho a atuar numa Copa (45 anos!). Em campo, mostrou qualidade ao defender um pênalti. Embora Salah, uma das estrelas desta edição, tenha aberto o placar com um golaço, os árabes, que mostraram nada nas apresentações anteriores, conseguiram a virada, com o gol de Salem Aldawsari saindo aos 49 do 2T!

Com o agônico 2 x 1, a seleção saudita venceu a sua terceira partida em Mundiais, quebrando um jejum de 24 anos – havia vencido 2x em 1994, quando chegou às oitavas. Quanto ao Egito, a Copa segue distante. Em três participações (1934, 1990 e 2018), nenhuma vitória.

As 22 derrotas dos anfitriões da Copa do Mundo
1938 – França 1 x 3 Itália (oitavas)
1950 – Brasil 1 x 2 Uruguai (final)
1954 – Suíça 0 x 2 Inglaterra (1ª fase)
1954 – Suíça 5 x 7 Áustria (quartas)
1958 – Suécia 2 x 5 Brasil (final)
1962 – Chile 0 x 2 Alemanha (1ª fase)
1962 – Chile 2 x 4 Brasil (semifinal)
1970 – México 1 x 4 Itália (quartas)
1974 – Alemanha 0 x 1 Alemanha Oriental
1978 – Argentina 0 x 1 Itália (1ª fase)
1982 – Espanha 0 x 1 Irlanda do Norte (1ª fase)
1982 – Espanha 1 x 2 Alemanha (2ª fase)
1994 – Estados Unidos 0 x 1 Romênia (1ª fase)
1994 – Estados Unidos 0 x 1 Brasil (oitavas)
2002 – Japão 0 x 1 Turquia (oitavas)
2002 – Coreia do Sul 0 x 1 Alemanha (semifinal)
2002 – Coreia do Sul 2 x 3 Turquia (3º lugar)
2006 – Alemanha 0 x 2 Itália (semifinal)
2010 – África do Sul 0 x 3 Uruguai (1ª fase)
2014 – Brasil 1 x 7 Alemanha (semifinal)
2014 – Brasil 0 x 3 Holanda (3º lugar)
2018 – Rússia 0 x 3 Uruguai (1ª fase)

Mais vitórias contra anfitriões
4 – Alemanha e Itália
3 – Brasil e Uruguai
2 – Turquia
1 – Alemanha Oriental, Áustria, Holanda, Inglaterra, Irlanda do Norte e Romênia

Os jogadores mais velhos a atuar em Mundiais
1º) 45 anos e 161 dias – Essam El-Hadary (goleiro do Egito, 2018)
2º) 43 anos e 3 dias – Faryd Mondragón (goleiro da Colômbia, 2014)
3º) 42 anos e 39 dias – Roger Milla (atacante de Camarões, 1994)
4º) 41 anos e 0 dia – Pat Jennings (goleiro da Irlanda do Norte, 1986)
5º) 40 anos e 292 dias – Peter Shilton (goleiro da Inglaterra, 1990)

Rússia 0 x 3 Uruguai. Foto. Fifa/Getty Images

Arábia Saudita 2 x 1 Egito. Foto: Fifa/Getty Images


Compartilhe!