Compartilhe!

Repare na linha da grande área, à direita. Pois a bola foi pra outra área. Imagem: FPF/reprodução.

Num lance aparentemente normal, próximo à sua área, o zagueiro Lucão, do Salgueiro, espanou um lançamento de Jonílson, do Sete de Setembro, na última jogada do primeiro tempo da partida lá no Cornélio de Barros. Naquele momento, o placar era de 1 x 0 para o carcará, em busca da primeira vitória no Campeonato Pernambucano de 2022. Ocorre que o chute, de perna direita, foi muito forte. Atravessou o campo quase inteiro e encobriu o goleiro garanhuense.

Golaço, daquele clássico que “Pelé não fez”, mas neste caso chama bastante a atenção a distância do lance. Considerando que o campo tem 105 metros de comprimento, com o beque bem no meio do campo defensivo, isso dá cerca de 80 metros até a barra adversária. Um gol do centro do campo, já raríssimo, percorre 52,5 metros. Como não imaginar um lance assim para, quem sabe, concorrer ao Prêmio Puskas, oferecido pela Fifa ao gol do ano?

A última premiação foi entregue em 17 de janeiro, ao argentino Lamela. A cada edição do “The Best”, dez gols são indicados. Até hoje, só um lance ocorreu em Pernambuco, com o golaço do uruguaio Olivera, do Náutico sobre o Sport, na Copa Sul-Americana de 2013, sendo finalista daquele ano. Será que Lucão tem chance? Eu acho que tem. Veja no vídeo abaixo.

Os 13 vencedores do Prêmio Puskas
2009 – Cristiano Ronaldo, português (Porto 0 x 1 Manchester United*, Champions League)
2010 – Altintop, turco (Cazaquistão 0 x 3 Turquia*, Eliminatórias da Eurocopa)
2011 – Neymar, brasileiro (Santos* 4 x 5 Flamengo, Brasileirão)
2012 – Stoch, eslovaco (Fenerbahçce* 6 x 1 Gençlerbirligi, campeonato turco)
2013 – Ibrahimovic, sueco (Suécia* 4 x 2 Inglaterra, amistoso)
2014 – James Rodríguez, colombiano (Colômbia* 2 x 0 Uruguai, Copa do Mundo)
2015 – Wendell Lira, brasileiro (Atlético-GO 1 x 2 Goianésia*, campeonato goiano)
2016 – Mohd Faiz, malaio (Penang* 4 x 1 Pahang, campeonato malaio)
2017 – Giroud, francês (Arsenal* 2 x 0 Crystal Palace, campeonato inglês)
2018 – Salah, egípcio (Liverpool* 1 x 1 Everton, campeonato inglês)
2019 – Dániel Zsói, romeno (Debreceni* 2 x 1 Ferencvaros, campeonato húngaro)
2020 – Son Heung-min, sul-coreano (Tottenham* 5 x 0 Burnley, campeonato inglês)
2021 – Erik Lamela, argentino (Tottenham* 1 x 2 Arsenal, campeonato inglês)
* O time do jogador

Abaixo, assista ao golaço de Lucão, na goleada do Salgueiro sobre o Sete por 4 x 0, no Sertão.


Compartilhe!