Compartilhe!

Tite durante a 1ª convocação desta temporada, no Rio de Janeiro. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, chamou 24 jogadores para os dois primeiros jogos em 2020, válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Duelos contra a Bolívia, em 27/03, na Arena Pernambuco, e contra o Peru, em 31/03, em Lima. Tradicionalmente, a convocação tem 23 nomes, mas Gabriel Jesus está suspenso no primeiro jogo, então o treinador listou mais um para fechar a lista da “estreia” no ano, em São Lourenço. Tite disse ser um “privilégio” poder, agora, fazer um trabalho com “início, meio e fim”, já que chegou no decorrer do último qualificatório.

Em relação à lista apresentada, 17 nomes atuam no futebol europeu e 7 no futebol brasileiro. No entanto, tratando separadamente, o Brasil foi o país com mais representantes entre os clubes. No caso, são 3 do atual campeão da Série A, o Flamengo – todos no setor ofensivo, com Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol, três nomes lembrados com justiça. Os principais jogadores das últimas convocações permanecem, como Neymar, do Paris Saint-Germain, e Roberto Firmino, virtual campeão da Premier League com o Liverpool.

Para esta convocação, de acordo com a comissão técnica, foram observados 42 atletas em 7 países, incluindo o Brasil – com 37 jogos envolvendo 23 equipes com nomes no radar da Canarinha. O resultado desta análise será visto em Pernambuco – no 1º dos 18 jogos das Eliminatórias. Aqui, considerando jogos do Brasil contra países (os oficiais, segundo a Fifa), seleções estaduais e clubes, o escrete nacional já disputou 18 partidas, com 14 vitórias, 3 empates e 1 derrota – o único revés foi diante do Santa, em 1934, no antigo campo do Sport.

A seguir, os 24 nomes chamados e os respectivos clubes. Por país, são 7 do Brasil, 5 da Espanha, 5 da Inglaterra, 4 da França, 2 da Itália e 1 da Alemanha. O que você achou da lista?

Goleiros (3)
Ederson (Manchester City-ING, 26 anos), Ivan (Ponte Preta-BRA, 22 anos) e Weverton (Palmeiras-BRA, 32 anos)

Laterais-direitos (2)
Daniel Alves (São Paulo-BRA, 36 anos) e Danilo (Juventus-ITA, 28 anos)

Laterais-esquerdos (2)
Alex Sandro (Juventus-ITA, 29 anos) e Renan Lodi (Atlético de Madrid-ESP, 21 anos)

Zagueiros (4)
Éder Militão (Real Madrid-ESP, 22 anos), Felipe (Atlético de Madrid-ESP, 30 anos), Marquinhos (PSG-FRA, 25 anos) e Thiago Silva (PSG-FRA, 35 anos)

Meias (6)
Arthur (Barcelona-ESP, 23 anos), Bruno Guimarães (Lyon-FRA, 22), Casemiro (Real Madrid-ESP, 28 anos), Éverton Ribeiro (Flamengo-BRA, 30 anos), Fabinho (Liverpool-ING, 26 anos) e Philippe Coutinho (Bayern de Munique-ALE, 27 anos)

Atacantes (7)
Bruno Henrique (Flamengo-BRA, 29 anos), Everton (Grêmio-BRA, 23 anos), Firmino (Liverpool-ING, 28 anos), Gabriel Barbosa (Flamengo-BRA, 23 anos), Gabriel Jesus (Manchester City-ING, 22 anos), Neymar (PSG-FRA, 28 anos) e Richarlison (Everton-ING, 22 anos)

O Brasil sob o comando de Tite, desde 09/2016
48 jogos* (33 sem sofrer gols)
34 vitórias
10 empates
4 derrotas
100 GP e 17 GC
77,7% de aproveitamento
* Pós-Mundial 2018 (22 jogos): 14V, 6E e 2D

Leia mais sobre o assunto
A programação da Seleção em Pernambuco, com treinos na Ilha do Retiro e na Arena PE

O histórico da Seleção no Recife. O jogo em 2020 será o 4º jogo válido pelas Eliminatórias


Compartilhe!