Compartilhe!

O Estádio dos Aflitos após as obras de reforma, finalizadas em 2018. Foto: Léo Lemos/Náutico.

O formato do estádio do Náutico é o mesmo desde 2002, após a conclusão da ampliação da arquibancada, iniciada seis anos antes e que passou em todos os setores do Eládio de Barros Carvalho. Na ocasião, foi calculado um dado de 22,8 mil pessoas sentadas. Por questão de adequação, tanto na estrutura quanto nas exigências dos órgãos de segurança (Polícia Militar e Bombeiros), o palco sofreu seguidas reduções. Ao todo, foram seis números oficiais com o mesmo formato.

Em 2018, quando foi finalizada a reforma visando a volta para a casa, esperava-se uma capacidade de 19,6 mil lugares (setorização oficial abaixo), mas foram liberados 18,9 mil, e apenas para o amistoso de reabertura, entre Náutico e Newell’s Old Boys. Em 2019 o dado caiu para 16,9 mil em partidas oficiais, com nova redução em 2020, para 11,7 mil, inviável.

Não por acaso, a direção alvirrubra solicitou uma nova revisão – foram 39 dias entre as duas vistorias, em 10/01 e 18/02. Após alguns ajustes, o Corpo de Bombeiros autorizou a presença de até 14,4 mil pessoas. Com validade até 20/04, o limite passa a vigorar no importante duelo na Copa do Brasil em 19/02, com Náutico e Botafogo disputando R$ 1,5 milhão em premiação.

Novo aumento da capacidade?
Em relação ao número original imaginado pela comissão de reforma, de 19.600 assentos, a capacidade em vigor nos Aflitos tem 5.105 lugares a menos. Por outro lado, o Náutico vai manter uma equipe de trabalho para atender as exigências dos órgãos e ampliar a capacidade para 21 mil, além do imaginado. Neste século, apenas cinco jogos no local passaram de 20 mil espectadores.

Evolução da capacidade de público dos Aflitos (a partir do 1º módulo)
01/1950 – 10.000
05/1953 – 25.000 (+15.000), após a conclusão do anel
01/1998 – 18.000 (-7.000)*
01/2002 – 22.856 (+4.856), após a ampliação do anel
01/2005 – 19.800 (-3.056)*
12/2018 – 18.968 (-832), após obra de modernização
01/2019 – 16.948 (-2.020)*
01/2020 – 11.766 (-5.182)*
02/2020 – 14.495 (+2.729)**
* Redução por medida de segurança, por orientação dos Bombeiros e/ou PM
** Ampliação após revisão dos Bombeiros

A setorização da capacidade máxima após a reforma (19.600 lugares)
3.700 – Cadeiras
6.500 – Vermelho (arquibancada central)
4.800 – Hexa (barra da Angustura)
3.400 – Caldeirão (barra do Country)
1.200 – Visitante

Os públicos acima de 20 mil no Século XXI
1º) 29.891 – Náutico 0 x 1 Grêmio (26/11/2005, Série B)
2º) 22.177 – Náutico 0 x 1 Santa Cruz (05/07/2001, Estadual)
3º) 21.121 – Náutico 0 x 1 Sport (21/04/2001, Nordestão)
4º) 20.699 – Náutico 2 x 0 Ituano (18/11/2006, Série B)
5º) 20.100 – Náutico 1 x 0 Sport (02/12/2012, Série A)

Leia mais sobre o assunto
A capacidade reduzida de público nos Aflitos, Arruda e Ilha do Retiro em 2020


Compartilhe!