Compartilhe!

O percentual de participantes por região, considerando os 128 clubes, total que se repete há 5 anos.

O acanhado estádio Pinheirão, no município maranhense de São Mateus, a 180 km da capital São Luís, foi o palco da última vaga no Campeonato Brasileiro de 2020, considerando todas as séries. O time local, o Juventude, venceu o Maranhão por 2 x 1 e conquistou o título da Copa FMF, o torneio da federação local para designar a segunda vaga do estado na Série D. Assim, o “peixe elétrico” tornou-se o 128º clube confirmado na estrutura divisional do futebol brasileiro.

A nova divisão absoluta é a seguinte: 38 times (ou 29,6%) do Nordeste, 33 (25,7%) do Sudeste, 25 (19,5%) do Sul, 18 (14,0%) do Norte e 14 (10,9%) do Centro-Oeste. Deste total, 60 estão nas três principais divisões, que têm “calendário cheio”, com atividade regular a partir de abril. Neste segundo recorte, o número de vagas é o seguinte: 21 times (ou 35,0%) do Sudeste, 16 (26,6%) do Nordeste, 16 (26,6%) do Sul, 4 (6,6%) do Centro-Oeste e 3 (5,0%) do Norte.

No viés nordestino, a região manteve a sua maior representatividade na elite, nos pontos corridos, pelo 4º ano seguido. São quatro clubes, com Maceió saindo de cena para a volta do Recife. Apesar da marca, ainda é pouco. Não por acaso, em relação às divisões, a participação do Sul-Sudeste, o principal centro econômico do país, varia de 70% na Série A para 30% na Série D. Já o Norte-Nordeste vai de 20% na Série A para 54% na Série D. Sintomático?

Mudanças em Pernambuco
Em relação à última temporada, Pernambuco terá um representante a menos. Ao todo, serão seis, sendo 1 na A, 1 na B, 1 na C e 3 na D. Por outro lado, o estado está volta à primeira divisão, com a 43ª presença em 50 anos de Campeonato Brasileiro – considerando o período a partir de 1971, unificação à parte. O estado só ficou de fora em 2002, 2003, 2004, 2005, 2010, 2011 e 2019.

A seguir, a lista completa das quatro divisões nacionais em 2020.

Série A (20 times)
Athletico (PR), Atlético (GO), Atlético (MG), Bahia (BA), Botafogo (RJ), Bragantino (SP), Ceará (CE), Corinthians (SP), Coritiba (PR), Flamengo (RJ), Fluminense (RJ), Fortaleza (CE), Goiás (GO), Grêmio (RS), Internacional (RS), Palmeiras (SP), Santos (SP), São Paulo (SP), Sport (PE) e Vasco (RJ)

Divisão regional
Sudeste – 10 times (5 SP, 4 RJ e 1 MG)
Nordeste – 4 times (2 CE, 1 BA e 1 PE)
Sul – 4 times (2 PR e 2 RS)
Centro-Oeste – 2 times (2 GO)
Norte – nenhum

Série B (20 times)
América (MG), Avaí (SC), Botafogo (SP), Brasil (RS), Chapecoense (SC), Confiança (SE), CRB (AL), Cruzeiro (MG), CSA (AL), Cuiabá (MT), Figueirense (SC), Guarani (SP), Juventude (RS), Náutico (PE), Oeste (SP), Operário (PR), Paraná (PR), Ponte Preta (SP), Sampaio Corrêa (MA) e Vitória (BA)

Divisão regional
Sul – 7 times (3 SC, 2 PR e 2 RS)
Nordeste – 6 times (2 AL, 1 BA, 1 MA, 1 PE e 1 SE)
Sudeste – 6 times (4 SP e 2 MG)
Centro-Oeste – 1 time (1 MT)
Norte – nenhum

Série C (20 times)
Boa Esporte (MG), Botafogo (PB), Brusque (SC), Criciúma (SC), Ferroviário (CE), Imperatriz (MA), Ituano (SP), Jacuipense (BA), Londrina (PR), Manaus (AM), Paysandu (PA), Remo (PA), Santa Cruz (PE), São Bento (SP), São José (RS), Tombense (MG), Treze (PB), Vila Nova (GO), Volta Redonda (RJ) e Ypiranga (RS)

Divisão regional
Nordeste – 6 times (2 PB, 1 BA, 1 CE, 1 MA e 1 PE)
Sudeste – 5 times (2 MG, 2 SP e 1 RJ)
Sul – 5 times (2 RS, 2 SC e 1 PR)
Norte – 3 times (2 PA e 1 AM)
Centro-Oeste – 1 time (1 GO)

Série D (68 times)
ABC (RN), Afogados (PE), Águia Negra (MS), Altos (PI), América (RN), Aquidauanense (MS), Atlético (AC), Atlético de Alagoinhas (BA), Atlético de Cajazeiras (PB), Atlético (RR), Bahia de Feira (BA), Bangu (RJ), Bragantino (PA), Brasiliense (DF), Cabofriense (DF), Caldense (MG), Campinense (PB), Cascavel (PR), Caxias (RS), Central (PE), Coruripe (AL), Crac (GO), Fast Club (AM), Ferroviária (SP), Floresta (CE), Frei Paulistano (SE), Galvez (AC), Gama (DF), Globo (RN), Guarany de Sobral (CE), Goiânia (GO), Goianésia (GO), Independente (PA), Itabaiana (SE), Jacyoabá (AL), Ji-Paraná (RO), Joinville (SC), Juventude (MA), Luverdense (MT), Marcílio Dias (SC), Mirassol (SP), Moto Club (MA), Nacional (AM), Nacional (PR), Novorizontino (SP), Operário de Várzea Grande (MT), Palma (TO), Patrocinense (MG), Pelotas (RS), Portuguesa (RJ), Potiguar (RN), Real Noroeste (ES), Rio Branco (AC), River (PI), Salgueiro (PE), Santos (AP), São Caetano (SP), São Luiz (RS), São Raimundo (RR), Tocantinópolis (TO), Toledo (PR), Tubarão (SC), Tupynambás (MG), União (MT), Vilhenense (RO), Vitória (ES), Vitória da Conquista (BA) e Ypiranga (AP)

Divisão regional
Nordeste – 22 times (4 RN, 3 BA, 3 PE, 2 AL, 2 CE, 2 MA, 2 PB, 2 PI e 2 SE)
Norte – 15 times (3 AC, 2 AM, 2 AP, 2 PA, 2 RO, 2 RR e 2 TO)
Sudeste – 12 times (4 SP, 3 MG, 3 RJ e 2 ES)
Centro-Oeste – 10 times (3 GO, 3 MT, 2 DF e 2 MS)
Sul – 9 times (3 PR, 3 RS e 3 SC)

Abaixo, a evolução regional sobre o número de participantes em cada série, de 2016 a 2020, período no qual a soma das quatro divisões passou a ser de 128 clubes.

Leia mais sobre o assunto
O calendário oficial da CBF para 2020, esticando a Série C e reformulando a Série D


Compartilhe!