Compartilhe!

No voto popular, o leão baiano se fez (bem) presente na lista oficial da Lampions.

O Ceará dominou a seleção da Copa do Nordeste de 2020. O bicampeão invicto emplacou 8 dos 11 jogadores, além do técnico Guto Ferreira – cujo percentual de votos beirou a unanimidade, 89%. Assim, o vozão igualou o recorde de Fortaleza (2019) e Sampaio (2018), que também tiveram oito indicações na seleção. A única diferença foi na formação ideal, que mudou do 4-3-3 para o 4-4-2, com o clássico time com dois volantes, dois meias e dois atacantes.

O alvinegro dominou quase todos os setores da equipe e chegou a 17 premiações em 8 edições. Assim, superou Bahia e Sport de uma vez e tornou-se o clube com mais indicados na seleção oficial. Sobre os três “forasteiros” num time recheado de campeões em 2020, dois deles surpreenderam. Primeiramente é preciso dizer que o Bahia, vice, teve apenas um nome, o do volante Flávio. Fortaleza e Confiança, semifinalistas, não foram lembrados. Porém, o Vitória, que acabou em 6º, teve dois jogadores, o atacante Alisson Farias, que fez três gols no torneio, o lateral-esquerdo Thiago Carleto, com dois tentos. Alisson, por sinal, teve o menor percentual entre os escolhidos. Com 47%, ficou pouco à frente de Élber, do Bahia, com 33%.

De 2013 a 2018, o critério para a composição da seleção oficial já variou bastante. Em 2019 e 2020 a escolha passou a ser popular através de enquetes lançadas pelo perfil oficial da Copa do Nordeste no Twitter, com três opções previamente definidas pelos organizadores. Assim, o engajamento rubro-negro acabou fazendo a diferença. As perguntas ficaram abertas durante 24 horas, com 23.120 votos ao todo – num aumento de 62% em relação à votação da edição anterior, com 14.283 participações. Em relação ao futebol pernambucano, foi a terceira ausência seguida na lista dos melhores – o estado havia sido premiado nas edições anteriores.

A seguir, a seleção do Nordestão de 2020 e o percentual de votos dos escolhidos.

A seleção oficial (formação 4-4-2)
Fernando Prass (Ceará, 81%); Samuel Xavier (Ceará, 84%), Klaus (Ceará, 88%), Luiz Otávio (Ceará, 85%), Thiago Carleto (Vitória, 53%); Charles (Ceará, 61%), Flávio (Bahia, 48%), Fernando Sobral (Ceará, 77%) e Vinícius (Ceará, 77%); Alisson Farias (Vitória, 47%) e Cléber (Ceará, 75%)

Melhor técnico: Guto Ferreira (Ceará, 89%)

Nº de premiações na seleção oficial (2013-2020)*
1º) 17x – Ceará
2º) 14x – Bahia
3º) 13x – Sport
4º) 10x – Fortaleza
5º) 9x – Campinense e Sampaio Corrêa
7º) 7x – Santa Cruz
8º) 4x – Vitória
9º) 2x – ASA e Botafogo
11º) 1x – CSA
* Considerando apenas os 11 jogadores de cada edição

Nº de premiações para craque do campeonato (2013-2019)*
1 – Bahia, Campinense, Ceará, Fortaleza, Sampaio Corrêa, Santa Cruz e Sport
* O craque de 2020 ainda será divulgado

Leia mais sobre o assunto
Todas as seleções oficiais da Copa do Nordeste, de 2013 a 2020

Invicto, o Ceará vence o Bahia de novo e conquista a Copa do do Nordeste. Bi!


Compartilhe!