Compartilhe!
  •  
  • 6
  •  
  •  

Nos dois encontros, a maioria optou pela manutenção das fórmulas, com ajustes. Fotos: FCF e FBF.

Em 2021, Ceará e Bahia devem ser os dois principais estados do Nordeste no Ranking da CBF, cuja nova atualização virá só após a finalização da temporada futebolística de “2020”, lá em fevereiro. Com isso, a manutenção das vagas da federação baiana e a ampliação das vagas da federação cearense, passando a FPF (+1 no Nordestão e +1 na Série D).

Ao todo, os dois campeonatos estaduais, que envolvem 20 clubes, irão distribuir 13 vagas para outras competições oficiais em 2022. Os regulamentos já foram votados e aprovados, com o conselho arbitral da FCF em 14/12 e com o conselho arbitral da FBF em 17/12.

No blog, um resumo das novas edições dos Estaduais, que ainda têm outra similaridade. As reuniões aconteceram sem a definição da transmissão na televisão, uma vez que já encerraram os contratos com as afiliadas da Rede Globo, TV Verdes Mares (CE) e Rede Bahia (BA). Ambas as federações seguem negociando novos acordos para a temporada de 2021.

A seguir, o resumo das mudanças, a fórmula de disputa e os participantes dos dois estados.

CAMPEONATO CEARENSE de 2021 – Ajuste: final única
O Campeonato Cearense de 2021 terá a mesma estrutura da edição de 2020, mas com uma diferença na final, que passa a ser em jogo único, em vez de ida e volta. Assim, o nº de datas numa campanha de título de Ceará e Fortaleza passa a ser de apenas 9 partidas, sendo 7 na 2ª fase, 1 na semi e 1 na final – os demais times jogarão até 16 vezes. Sim, os dois principais clubes largam na 2ª fase por estarem na Copa do Nordeste. Antes deles, os outros oito vão disputar um turno classificatório valendo 6 vagas para o turno principal, a tal 2ª fase. A competição começará em 10 de fevereiro, com os grandes entrando em ação apenas em 10 de março. A decisão está prevista para 23 de maio – depois da final da Copa do Nordeste, que será no dia 8.

6 vagas em jogo
São 2 para a Copa do Brasil (campeão e líder da 1ª fase; a 3ª vaga do estado será via Taça Fares Lopes), 1 para a Copa do Nordeste (campeão; as outras duas devem ser via ranking nacional) e 3 para a Série D (os melhores colocados no Estadual).

Os 10 clube participantes do Cearense 2021
Atlético, Barbalha, Caucaia, Ceará, Crato, Ferroviário, Fortaleza, Guarany de Sobral, Icasa e Pacajus

Fórmula de disputa no CE (em 4 fases)
1ª fase – Turno único com 8 times (avançam os 6 primeiros; sem Ceará e Fortaleza)*
2ª fase – Turno único com 8 times (avançam os 4 primeiros; com Ceará e Fortaleza)
3ª fase – Semifinal (jogo único)**
4ª fase – Final (jogo único)**
* Os dois últimos da 1ª fase serão rebaixados
** Em caso de empate, vantagem para o time de melhor campanha

CAMPEONATO BAIANO de 2021 – Ajuste: uma vaga a menos na Série D
O Campeonato Baiano de 2021 também terá a mesma estrutura da edição de 2020, incluindo o sistema de rebaixamento adotado desde 2018, no qual apenas o lanterna cai para a 2ª divisão local. A direção da FBF chegou a propor a mudança no regulamento para dois rebaixados (9º e 10º), mas a maioria dos clubes optou pela manutenção, 7 x 3 – só Bahia, Vitória e o estreante Unirb votaram contra. Então, a diferença está na distribuição das vagas à Série D, com uma ao campeão da copa estadual prevista para o 2º semestre. Ou seja, só duas vagas no Baiano. Pela tabela básica, o turno classificatório começa em 21 de fevereiro, com o Bahia ainda jogando a Série A de 2020, que vai até o dia 24. O jogo de volta da final estadual será em 23 de maio, totalizando 13 datas.

7 vagas em jogo
São 3 para a Copa do Brasil (campeão, vice e 3º lugar), 2 para a Copa do Nordeste (campeão e melhor colocado, excetuando o campeão e o classificado via ranking nacional) e 2 para a Série D (a 3ª vaga do estado será via copa estadual)

Os 10 clubes participantes do Baiano 2021
Atlético de Alagoinhas, Bahia, Bahia de Feira, Doce Mel, Fluminense de Feira, Jacuipense, Juazeirense, Vitória, Vitória da Conquista e Unirb

Fórmula de disputa na BA (em 3 fases)
1ª fase – Turno único com 10 times (avançam os 4 primeiros)*
2ª fase – Semifinal (ida e volta)**
3ª fase – Final (ida e volta)**
* O último lugar da 1ª fase será rebaixado
** Em caso de empate, disputa de pênaltis

Leia sobre os campeões de 2020
Fortaleza vence o rival pela 2ª vez e leva o bi no Cearense. O 4º título com Rogério Ceni

Nos pênaltis, Bahia volta a ser tricampeão estadual após 32 anos. Com o titular


Compartilhe!
  •  
  • 6
  •  
  •