Compartilhe!

Definido o mata-mata da Copa do Mundo de 2018, com as 16 partidas finais.

Após 48 jogos e 122 gols ao longo de duas semanas de bola rolando, 16 países se classificaram para as oitavas de final da edição russa. Em relação ao torneio anterior, no Brasil, oito seleções voltam ao mata-mata (Argentina, Bélgica, Brasil, Colômbia, França, México, Suíça e Uruguai). Seis estiveram presentes em 2014, mas caíram na primeira fase (Croácia, Espanha, Inglaterra, Japão, Portugal e Rússia). Já Suécia e Dinamarca nem participaram. Em relação às confederações, eis a divisão em 2018: 10 membros da Uefa, 4 da Conmebol, 1 da Concacaf e 1 da AFC. Abaixo, uma breve análise de cada confronto, com scout nas oitavas e pitacos sobre classificados às quartas.

Sobre a 1ª fase: Grupo A, Grupo B, Grupo C, Grupo D, Grupo E, Grupo F, Grupo G e Grupo H.

30/06 (11h) – França x Argentina (Kazan)
Por muito pouco a seleção francesa não enfrentou a Nigéria. O chaveamento só mudou aos 41/2T, quando o time africano sofreu um gol do zagueiro Rojo, com a sofrida classificação argentina. Apesar da vaga, o time de Messi segue bagunçado – já utilizou 2 goleiros, por exemplo. Ofensivamente, onde tem mais qualidade, vem sendo pouco contundente. A esperança parece ser a campanha de 1990, quando se arrastou até a decisão. Quanto aos Bleus, favoritos até em simuladores, o ritmo vem aquém. É o oposto do adversário, com organização e rotação baixa. Será que o time de Griezmann, Pogba e Mbappe terá, enfim, o ‘espírito de decisão’?

Classificações/Eliminações nas oitavas
6/2 – Argentina
5/1 – França

Pitaco: França

30/06 (15h) – Uruguai x Portugal (Sochi)
A Celeste passou com o melhor desempenho defensivo na fase de grupos. A seleção não foi vazada, com bom entrosamento da dupla Godín e Giménez, ambos do Atlético de Madrid. O segundo, de 23 anos, sentiu um incômodo na coxa e é dúvida nas oitavas. À frente, Suárez (2 gols) e Cavani (1 gol) se mantêm como ponto alto da equipe, que terá um poder de fogo pesado do outro lado, embora concentrado em um jogador, Cristiano Ronaldo (4 gols). A atual campeã europeia também tem como característica a forte marcação, dando sinais de um jogo bem pegado.

Classificações/Eliminações nas oitavas
1/1 – Portugal
1/3 – Uruguai

Pitaco: Portugal

01/07 (11h) – Espanha x Rússia (Moscou, Luzhniki)
É  a segunda grande ‘barbada’ desta fase. Embora os campeões mundiais de 2010 tenham vencido apenas uma vez, enquanto os anfitriões ganharam dois jogos, a diferença técnica é evidente. A Espanha segue como uma das favoritas ao título, repetindo o seu estilo, com plena posse de bola (nesta Copa, acima de 60%) e cadenciada troca de passes – nesta versão, com melhor desempenho ofensivo e pior rendimento defensivo. Como mandante, a Rússia já foi goleada pelo Uruguai.

Classificações/Eliminações nas oitavas
5/2 – Espanha
0/1 – Rússia

Pitaco: Espanha

01/07 (15h) – Croácia x Dinamarca (Nizhny Novgorod)
A Croácia teve a segunda melhor campanha entre as 32 seleções na de grupos – com 3 vitórias e saldo +6. Em campo, o rendimento também foi elogiável, com Modric (Real Madrid) e Rakitic (Barcelona) tomando conta do meio-campo. Chega confiante para o duelo contra a Dinamarca, insossa apesar da campanha invicta. Os dinamarqueses ganharam um jogo com o adversário, o Peru, bem melhor em campo. Nos dois empates, também não agradou.

Classificações/Eliminações nas oitavas
1/0 – Croácia
1/2 – Dinamarca

Pitaco: Croácia

02/07 (11h) – Brasil x México (Samara)
Na estreia, o Brasil tropeçou na Suíça e o México venceu a atual campeã, Alemanha. Até o fim da primeira fase, o rendimento acabou invertido, com a Seleção jogando bem e o México sendo goleado pela Suécia. Embora a canarinha tenha perdido peças importantes (Douglas Costa e Danilo, com Marcelo como dúvida), tecnicamente o time é bem superior e taticamente, no duelo Tite x Osório, também é mais encaixado. Historicamente, em Copas, o Brasil nunca sofreu gols: 4 x 0 (1950), 5 x 0 (1954), 2 x 0 (1962) e 0 x 0 (2014). Já neste século, no cenário geral, a vantagem é mexicana, com 6V, 3E e 5D.

Classificações/Eliminações nas oitavas
8/2 – Brasil
1/6 – México

Pitaco: Brasil

02/07 (15h) – Bélgica x Japão (Rostov)
A Geração Belga terminou a primeira fase com a melhor campanha da Copa. Goleou Panamá e Tunísia e venceu a Inglaterra, com +9 de saldo. Porém, foram duas vitórias sobre equipes ruins e a terceira num jogo com equipes modificadas, pensando mais no mata-mata. A seleção belga acabou no lado mais difícil do chaveamento, mas ao menos neste primeiro confronto não deve enfrentar dificuldades, com o Japão se classificando por um detalhe (nº de cartões) – venceu apenas um jogo, após a Colômbia cometer um pênalti e ter um jogador expulso aos 3 minutos. Zebra bem difícil.

Classificações/Eliminações nas oitavas
2/5 – Bélgica
0/2 – Japão

Pitaco: Bélgica

03/07 (11h) – Suécia x Suíça (São Petetersburgo)
A Suécia vem numa caminhada árdua. Nas Eliminatórias, ficou à frente da Holanda e depois tirou a Itália no play-off. No Mundial, passou como líder numa chave com a Alemanha. E assim, sem contar com Ibrahimovic, não convocado, o time vai relembrando a sua tradição em Mundiais – já ficou quatro vezes entre os quatro melhores, incluindo o vice em 1958. Quanto à Suíça de Xhaka e Shaquiri, esqueça aquele perfil de ‘ferrolho’, até porque o time já sofreu 4 gols nesta edição. Porém, fez 5. Tem poder de reação e endureceu, na marcação, um jogo contra o Brasil. Duelo equilibrado.

Classificações/Eliminações nas oitavas
3/2 – Suécia
2/3 – Suíça

Pitaco: Suíça

03/07 (15h) – Colômbia x Inglaterra (Moscou, Spartak)
Promessa de jogão. A Colômbia conta com um time entrosado e com bons valores individuais – sobretudo à frente. Já a Inglaterra, com o time inteiro presente na Premier League, teve um bom papel na primeira fase, desconsiderando o terceiro jogo, quando colocou uma formação mista, buscando justamente acabar na 2ª posição, visando o chaveamento mais simples. Conseguiu, embora a ‘largada’ seja complicada – bem mais que a da Bélgica, que terminou em 1º na chave.

Classificações/Eliminações nas oitavas
4/2 – Inglaterra
1/1 – Colômbia

Pitaco: Colômbia


Compartilhe!