Compartilhe!

Alguns dos principais goleadores do Baêa, com quase 10 mil gols marcados em nove décadas.

O Bahia completou 90 anos de história no início de 2021. Até esta data, dia 19 de junho, o tricolor já disputou 5.457 partidas de futebol com o time principal. Trata-se de um número atualizado, com 227 jogos acrescentados a partir da pesquisa “Memória de Aço”, que faz parte da elaboração do museu oficial do clube, montado na Fonte Nova. Nessas partidas, o Bahia marcou 9.765 gols, com média de 1,78, com Carlito sendo o maior goleador, o único acima de 200.

O resultado da revisão, produzida pelo pesquisador Luiz Teles e pelo jornalista Luís Felipe Brito, começou a ser divulgado. Sobre os artilheiros, 35 nomes fizeram mais de 50 gols e 12 passaram de 100. Este último recorde bate com a pesquisa do blog sobre os maiores goleadores do NE, mas com uma troca. Saiu Beijoca, que caiu de 106 para 98 gols, e entrou Jorge, com 102 gols nos anos 30/40 – no histórico do site “Futebol 80”, Jorge conta com 91.

Do elenco atual, o centroavante Gilberto é o maior goleador, já em 18º lugar, com 72 gols até esta publicação. Ah, faltam apenas 235 gols para sair o 10.000º gol da história do Bahia. Nas últimas cinco temporadas o clube teve uma média de 94,4 gols/ano. Considerando este índice, a marcada deve ser alcançada em 2023 ou 2024. Até hoje, apenas doze clubes brasileiros chegaram lá. Do Nordeste, só o Santa Cruz, que alcançou a marca em janeiro de 2020.

A seguir, os maiores goleadores do Bahia e o percentual de cada um em todos os tentos marcados pelo tricolor, além da época em que atuaram. Na sequência, a atualização do top ten da região, com Carlito caindo do 2º para o 3º lugar e Douglas deixando a lista. Saiu do 6º para o 12º lugar.

Os maiores artilheiros da história do Bahia (+100 gols)
1º) 233 gols (2,38%) – Carlito (1946-1959)
2º) 184 gols (1,88%) – Douglas (1972-1980)
3º) 158 gols (1,61%) – Hamilton (1956-1966)
4º) 150 gols (1,53%) – Uéslei (1991-2005)
5º) 133 gols (1,36%) – Osni (1978-1984)
6º) 131 gols (1,34%) – Vareta (1935-1940)
7º) 126 gols (1,29%) – Nonato (2000-2007)
8º) 121 gols (1,23%) – Alencar (1959-1968)
9º) 119 gols (1,21%) – Marcelo Ramos (1991-2008)
10º) 115 gols (1,17%) – Isaltino (1947-1959)
11º) 110 gols (1,12%) – Biriba (1957-1968)
12º) 102 gols (1,04%) – Jorge (1934-1946)

Os dez maiores goleadores dos clubes do NE (times principais e período de atuação)
1º) 262 gols – Gildo (Ceará, 1961-1971)
2º) 244 gols – Hamilton (Moto Club, 1963-1968)
3º) 233 gols – Carlito (Bahia, 1946-1959)
4º) 223 gols – Bita (Náutico, 1962-1968)
5º) 219 gols – Jorginho (ABC, 1940-1960)
6º) 210 gols – Alberi (ABC, 1968-1984)
7º) 207 gols – Tará (Santa Cruz, 1931-1948)
8º) 202 gols – Traçaia (Sport, 1955-1962)
9º) 190 gols – Joãozinho Paulista (CRB, 1976-1984)
10º) 186 gols – Riba (Maranhão, 1968-1984)

Os clubes brasileiros com mais de 10 mil gols marcados na história: Santos, Flamengo, Palmeiras, Vasco, Grêmio, Inter, Corinthians, Fluminense, Botafogo, Atlético-MG, São Paulo e Santa Cruz.

Leia mais sobre o assunto
Os 68 maiores artilheiros dos clubes do Nordeste, todos acima de 100 gols

Bahia completa 90 anos e confirma abertura do novo museu na Fonte Nova


Compartilhe!