Compartilhe!

 Londrina x Náutico na Série B 2022

Jhonny Lucas e Gabriel Santos fizeram os gols do tubarã. Foto: Ricardo Chicarelli/Londrina.

O Náutico voltou a jogar mal e perdeu na estreia da Série B de 2022. Foi o 4º jogo seguido com o time de Felipe Conceição apresentando problemas de organização, pouca intensidade e fragilidade ofensiva – desta vez, o goleiro adversário fez apenas duas defesas. Nos jogos anteriores o timbu chegou a avançar nos pênaltis, após empates contra Botafogo (Nordestão) e Santa (Estadual), mas isso não mascarou a situação, exposta na manhã deste domingo no Estádio do Café.

Diante do Londrina, o alvirrubro teve um arranque que durou dois minutos. Depois, foi dominado pelo Londrina no 1º tempo, que abriu 2 x 0 aos 34 e aos 39 minutos, em jogadas rápidas e bem trabalhadas pelos lados, algo que parece distante do Náutico atual.

Parte disso se deve ao rendimento de Jean Carlos, apagado. O desempenho do meia, mal posicionado em campo, lembra o da época de Gilson Kleina, em 2020. Em vez de buscar soluções para recuperar o melhor jogador do time, o atual treinador acabou fazendo justamente o que Kleina fazia, sacando logo do time. O camisa 10 foi substituído aos 10 minutos do 2º tempo, entrando Eduardo Teixeira. Com a desvantagem de dois gols àquela altura, por que não os dois em campo? Inclusive, a alteração feia não mudou absolutamente nada na equipe, com o clube do interior paranaense controlando a partida.

Indo além de Jean, também vale pontuar a atuação de Kieza, este sim o pior em campo, e o sistema defensivo, que não vem dando equilíbrio. Exagero ou não, foi como vi o jogo, numa atuação horrorosa do Náutico. Em 2021 o timbu chegou a estabelecer a melhor arrancada da história da Série B, chegando invicto até a 14ª rodada, com 8V e 6E, mas perdeu fôlego e acabou em 8º lugar, a 11 pontos do G4. Imagine largando assim na “Maior Série B da História”?

Histórico alvirrubro na Segundona

O jogo no Estádio do Café marcou o início da 23ª participação do Náutico na segunda divisão do Campeonato Brasileiro, considerando todos os formatos – com acesso no mesmo ano ou na edição seguinte. Foi o 613º jogo do campeão pernambucano na competição, com 249V, 146E e 218D. Em 2022 o clube de Rosa e Silva quer repetir as campanhas de 1981, 1988, 2006 e 2011, quando subiu à elite – as duas últimas já na era dos pontos corridos.

Escalação do Londrina (melhores: Samuel Santos e Gabriel Santos)
Victor Souza; Samuel Santos, Saimon, Samuel Oti (Marcinho) e Felipe Vieira (Luis Mandaca); João Paulo, Jhonny Lucas e Augusto; Caprini (Mossoró), Eltinho (Dudu) e Gabriel Santos (Gabriel Honório). Técnico: Adilson Batista

Escalação do Náutico (melhor: Perri; piores: Kieza, Jean e Franco)
Lucas Perri; Thassio, Carlão, Camutanga e Júnior Tavares; Richard Franco (Amarildo), Rhaldney (Ralph) e Jean Carlos (Eduardo Teixeira); Ewandro (Léo Passos), Robinho (Pedro Vitor) e Kieza. Técnico: Felipe Conceição

Histórico geral de Londrina x Náutico (todos os mandos)
18 jogos
4 vitórias pernambucanas (22,2%)
5 empates (27,7%)
9 vitórias paranaenses (50,0%)

Leia mais sobre o assunto
A tabela de jogos do Náutico no Campeonato Brasileiro da Série B de 2022

Abaixo, assista aos dois gols da partida, através do perfil oficial da Série B no Twitter.


Compartilhe!