Compartilhe!
  •  
  • 7
  •  
  •  

Na renovação, o treinador assinou por dez meses, mas só durou um. Foto: Anderson Stevens/Sport.

Da renovação à demissão de Jair Ventura, passaram apenas 35 dias, com dez jogos no período – abaixo, as notas antagônicas no site oficial do Sport. No scout, o leão teve 2V, 2E e 6D, com a eliminação na 1ª fase tanto na Copa do Brasil quanto no Nordestão. Porém, nem o torcedor mais passional, creio, consiga enxergar esse cenário sem contextualizar com a má preparação da equipe, sem as principais peças no importantíssimo mata-mata nacional devido à impossibilidade de renovações, sob punição na Fifa. Ou seja, atrelada à gestão do clube. Fato que também se estendeu ao torneio regional nas primeiras rodadas. E a parcela do técnico? Sim, existe.

1º de março de 2021
“O Sport Club do Recife anuncia com satisfação a renovação de contrato com Jair Ventura e sua comissão técnica, que esteve à frente do Leão desde agosto do ano passado. O treinador assinou até o final da temporada de 2021.”

5 de abril de 2021
“O Sport Club do Recife comunica que Jair Ventura não faz mais parte do comando técnico do Clube. O Leão agradece ao técnico pelos serviços prestados na campanha de permanência da série A 2020, e deseja sorte em sua caminhada.”

Pesa contra Jair, além da dificuldade em otimizar a transição ofensiva, a escalação de um jogador totalmente fora de forma, caso de Júnior Tavares contra o Bahia, a indefinição sobre os volantes (mesmo com o sarrafo baixo) e a insistência em Dalberto, em péssimo momento. Ainda há Patric, intocável. São só alguns exemplos, para não eximir Jair do mau desempenho, ampliado pelas goleadas de 4 x 0 nos dois jogos com porte de 1ª divisão, vs Bahia e Ceará.

Ainda assim, tudo isso está muito abaixo da parcela da direção do clube, responsável pelo planejamento equivocado para as primeiras competições oficiais da temporada. Além da falta de convicção no trabalho, considerando os “35 dias”, a saída parece ser também uma “transferência de culpa”. O que torna a decisão ainda mais inacreditável ao considerar que a eleição presidencial do rubro-negro será em 9 de abril – após seguidas remarcações desde dezembro, num cenário que já extrapolou o senso básico de democracia. Com o time tendo apenas o Campeonato Pernambucano até o início do Brasileiro, com a 1ª rodada em 29 de maio, a decisão sobre o comando técnico deveria ser do presidente do biênio 2021/2022.

Caberia a este nome, que deve ser escolhido em quatro dias (!), a condução do processo. Inclusive, na época da renovação, três candidatos aprovaram a permanência de Jair (Milton Bivar, Nelo Campos e Delmiro Gouveia), com apenas um sendo contrário (Eduardo Carvalho). E essa condução passa por ponderar se o trabalho, aprovado após a improvável permanência na Série A, ainda poderia ser recuperado, contornando o péssimo início em “2021”, ou mesmo o custo da saída do treinador. Afinal, o contrato foi rescindido com 1/10 do tempo previsto, após um aumento salarial. Para um clube no limite, isso conta também. Além disso, a saída de Jair, agora, abre uma brecha para um novo técnico antes mesmo do pleito leonino.

Ou seja, atropelaria todo o planejamento do novo presidente em relação ao futebol. Com jogadores, questionáveis ou não, com mais uma rescisão na folha paralela e, talvez, com um novo técnico, à parte de sua preferência/escolha. Em tese, o presidente pode até ser, novamente, Milton Bivar – embora a vitória da situação me pareça difícil. Contudo, o anúncio do novo técnico, uma vez que a demissão de Jair já está consumada, deveria ocorrer após o resultado final nas urnas. Antes disso, seria (ou será?) apenas uma atitude eleitoreira.

Em tempo: visando o time com todas as peças, nas questões tática, técnica e física, eu não teria demitido Jair Ventura. E caso a saída fosse inevitável, esperaria até 9 de abril. Qual é a sua opinião?

Jair Ventura no comando técnico do Sport*
45 jogos
14 vitórias
8 empates
23 derrotas
37,0% de aproveitamento
* Série A 2020 (33), PE 2021 (4), NE 2021 (7) e Copa do Brasil 2021 (1)

Leia mais sobre o assunto
Sport articula eleição em drive-thru; com 4 meses de atraso, agora “só” com veículos

Análise: Com Jair Ventura, Sport consegue a sua maior permanência no Brasileirão

A tabela de jogos do Sport na Série A do Campeonato Brasileiro 2021; lista atualizada


Compartilhe!
  •  
  • 7
  •  
  •