Compartilhe!
  •  
  • 8
  •  
  •  

Com a taça, o Ferrão participará da Copa do Brasil pela 7ª vez. Foto: Pedro Chaves/FCF.

A “Taça Fares Lopes” de 2020 foi inteiramente realizada em 2021, com 20 jogos entre janeiro e fevereiro. A copa estadual organizada pela federação cearense é a única do futebol nordestino que dá ao campeão uma vaga na Copa do Brasil. Ou seja, garante uma premiação superior a meio milhão de reais – a menor cota na última edição do torneio nacional foi de R$ 540 mil.

Daí a relevância e a importância da conquista obtida pelo Ferroviário. Num duelo entre os dois times mais tradicionais do Ceará à parte dos dois grandes, hoje na Série A, o Ferrão venceu o Icasa de Juazeiro por 1 x 0, numa final em jogo único em Horizonte. O gol de Berguinho, já aos 38 minutos do segundo tempo, valeu o bicampeonato ao tricolor da capital, com uma campanha invicta desta vez. Em 8 jogos, o time teve 6V e 2E, com 19 gols marcados e apenas 3 sofridos.

Sobre os caminhos à Copa do Brasil, todos os nove estados nordestinos classificam ao menos dois times para a competição através do Estadual. No entanto, cinco estados da região têm direito a três vagas, seguindo a lógica do Ranking da CBF – lembrando, as vagas para 2021 seguem o ranking de 2020. E a crítica do blog fica mais direcionada a este grupo, com AL, BA, MA e PE concentrando as classificações no só certame estadual, praticamente inviabilizando o restante da temporada profissional para outros filiados – de uma forma geral, os grandes clubes conseguem suas vagas como campeão/vice local ou pelo ranking de clubes. Desses estados, Alagoas ainda promove uma seletiva anual entre o 3º colocado do Estadual e o campeão da “Copa Alagoas”. No caso da Taça Fares Lopes, o torneio é um caminho direto.

Ao ceder a terceira vaga à Fares Lopes, a FCF condiciona uma receita considerável, mesmo de forma indireta, aos seus filiados. Ou seja, justifica a sua realização. Num comparativo, a “Copa Pernambuco”, intermitente entre 1994 e 2019, jamais teve o mesmo peso na FPF, nem mesmo para os clubes do interior. Não por acaso, acabou sendo desprezada até ser descontinuada.

A distribuição das vagas na Copa do Brasil de 2021 (e o ranking da federação em 2020)*
3 vagas – Bahia, 7º (3 no Estadual)
3 vagas – Pernambuco, 9º (3 no Estadual)
3 vagas – Ceará, 10º (2 no Estadual e 1 na Copa)
3 vagas – Alagoas, 11º (2 no Estadual e 1 na seletiva Estadual/Copa)
3 vagas – Maranhão, 14º (3 no Estadual)
2 vagas Rio Grande do Norte, 15º (2 no Estadual)
2 vagas Paraíba, 16º (2 no Estadual)
2 vagas – Sergipe, 17º (2 no Estadual)
2 vagas Piauí, 19º (2 no Estadual)
* Através do Ranking da CBF alguns estados costumam ter mais representantes

Campeões da Taça Fares Lopes (11 edições)
2x – Horizonte (10 e 11), Guarani de Juazeiro (12 e 16) e Ferroviário (18 e 20)
1x – Barbalha (13), Icasa (14), Guarany de Sobral (15), Floresta (17) e Caucaia (19)

Leia mais sobre o assunto
Ranking de federações para 2020, com a Bahia passando Pernambuco após 7 anos

Sai do papel a Arena Romeirão, o estádio mais moderno do interior do Nordeste


Compartilhe!
  •  
  • 8
  •  
  •