Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Acima, a evolução do ranking com as nove federações estaduais do Nordeste no triênio 2018-2020.

Após sete anos seguidos na liderança regional, Pernambuco foi ultrapassado pela Bahia no ranking de federações da CBF. Pesou a favor (bastante) para o estado vizinho a participação na Série A e a campanha até as quartas de final da Copa do Brasil, ambas com o Bahia. Em PE, um acesso na Série B e um título na terceirona. Pouco. Tanto que outro vizinho, o Ceará, se aproximou, no embalo da permanência dupla na elite.

Em 2019 a diferença entre PE e CE era de 8.231 ponto, quase “inalcançável” a médio prazo. Pois caiu para 2.516 em 2020, virando uma grande disputa em relação à lista de 2021, uma vez que o ranking nacional é decisivo para o número de vagas na Copa do Nordeste, duas ou três por estado. Aliás, o ranking também influencia na quantidade de participantes da Copa do Brasil e na Série D – abaixo, a nova ordem.

Embora Pernambuco tenha mantido todas as vagas, com 3 no Nordestão, 3 na Copa do Brasil e 3 na Série D, os clubes locais precisam obter resultados melhores para o próximo ranking…

O ranking de federações estaduais para 2020 (e a variação nas posições)
1º) São Paulo (84.166 pontos)
2º) Rio de Janeiro (50.130)
3º) Minas Gerais (45.014)
4º) Rio Grande do Sul (42.149)
5º) Paraná (34.612), +1
6º) Santa Catarina (31.777), -1
7º) Bahia (21.631), +1
8º) Goiás (19.856), +1
9º) Pernambuco (19.369), -2
10º) Ceará (16.853)
11º) Alagoas (11.986)
12º) Pará (9.746)
13º) Mato Grosso (9.100)
14º) Maranhão (7.643), +1
15º) Rio Grande do Norte (6.801), -1
16º) Paraíba (5.313)
17º) Sergipe (4.128)
18º) Acre (3.305)
19º) Piauí (2.573)
20º) Amazonas (2.245), +1
21º) Brasília (2.237), -1
22º) Mato Grosso do Sul (2.059)
23º) Espírito Santo (1.910), +1
24º) Tocantins (1.876), -1
25º) Rondônia (1.784)
26º) Amapá (1.770)
27º) Roraima (1.739)

Classificação para a Copa do Brasil de 2021, via estaduais e copas estaduais*
5 vagas – 1º e 2º (SP e RJ)
4 vagas – do 3º ao 5º (MG, RS e PR)
3 vagas – do 6º ao 14º (SC, BA, GO, PE, CE, AL, PA, MT e MA)
2 vagas – do 15º ao 22º (RN, PB, SE, AC, PI, AM, DF e MS)
1 vaga – do 23º ao 27º (ES, TO, RO, AP e RR)
* Além dos brasileiros na Libertadores e dos 10 melhores do ranking de clubes

Classificação para a Série D de 2021, via estaduais e copas estaduais
4 vagas – 1º (SP)
3 vagas – do 2º ao 9º (RJ, MG, RS, PR, SC, BA, GO e PE)
2 vagas – do 10º ao 19º (CE, AL, PA, MT, MA, RN, PB, SE, AC e PI)
1,5 vaga* – do 20º ao 27º (AM, DF, MS, ES, TO, RO, AP e RR)
* No caso, 1 vaga fixa na fase de grupos e 1 vaga na fase preliminar

Classificação para a Copa do Nordeste de 2021, via estaduais e ranking de clubes
3 vagas* – 1º e 2º (BA e PE)
2 vagas** – do 3º o 9º (CE, AL, MA, RN, PB, SE e PI)
* Campeão estadual + duas vagas via ranking
** Campeão estadual + uma vaga via ranking

Em termos nacionais, Pernambuco, que chegou a vislumbrar a 6ª posição há alguns anos, acabou caindo duas posições. Agora, aparece em 9º lugar – nos quatro anos anteriores havia figurado em 7º. No post da temporada passada o blog alertou: “Neste momento, o olhar necessário é para baixo, para defender a posição”. Frase que se aplica mais uma vez.

Pernambuco no ranking nacional
2013 – 8º (22.765 pts)
2014 – 8º (21.642 pts, -1.123)
2015 – 8º (21.520 pts, -122)
2016 – 7º (22.624 pts, +1.104)
2017 – 7º (23.489 pts, +865)
2018 – 7º (23.896 pts, +407)
2019 – 7º (21.895 pts, -2.001)
2020 – 9º (19.369 pts, -2.526)

Percentual dos clubes locais na pontuação do estado em 2020
7.237 (37,36%) – Sport
4.378 (22,60%) – Santa Cruz
3.748 (19,35%) – Náutico
1.678 (8,66%) – Salgueiro
849 (4,38%) – Central
510 (2,63%) – América
255 (1,31%) – Vitória
204 (1,05%) – Belo Jardim
204 (1,05%) – Flamengo
153 (0,78%) – Serra Talhada
153 (0,78%) – Atlético

Leia mais sobre o assunto
A evolução do G7 do Nordeste no Ranking de Clubes da CBF até 2020. Bahia no top ten


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •