Compartilhe!

O conselho técnico da 108ª edição do torneio correu em 11 de novembro, no Hotel Mareiros.

O Campeonato Cearense de 2022 mantém a pré-classificação de Ceará e Fortaleza à segunda fase, como já vinha sendo nos últimos anos, mas com uma diferença considerável na nova fórmula. Em vez de uma etapa classificatória, com até sete jogos, a segunda fase passa a corresponder às quartas de final. Sendo assim, os dois principais clubes do estado poderão levantar a taça fazendo apenas seis partidas, sendo duas nas quartas, duas na semifinal e duas na final.

Obviamente, também podem deixar a edição com apenas dois jogos, algo inédito em mais de 100 anos. Em 2022, Ceará e Fortaleza terão um calendário apertado. Além do Brasileirão, que começará em abril, provavelmente com a presença da dupla, os clubes estão no Nordestão e, também provavelmente, em copas internacionais – Libertadores e/ou Sul-Americana. Ao todo, o Campeonato Cearense terá dez clubes, com oito deles largando na fase inicial.

Para os participantes à parte dos grandes, serão 20 jogos até o título, uma vez que a primeira fase, esta sim classificatória, será mais extensa, com 14 datas. A seguir, um resumo da competição, cujo regulamento foi apresentado pela própria federação cearense, mas sem unanimidade na escolha. De acordo com o repórter Afonso Ribeiro, do jornal “O Povo”, a votação foi 7 x 3, com Atlético, Ferroviário e Icasa contrários à proposta.

O que você achou do regulamento? Concorda com tamanha benesse aos grandes?

1ª fase (fase classificatória; 8 clubes)
Disputa em turno e returno envolvendo Atlético, Caucaia, Crato, Ferroviário, Icasa, Iguatu, Maracanã e Pacajus. Vai de 09/01 até 19/02, com 14 jogos pra cada. Os dois primeiros colocados avançaram diretamente à semifinal (3ª fase), incluindo a vaga na Copa do Brasil para o líder, enquanto o 3º e o 4º passam à 2ª fase do Estadual (quartas). Já os dois últimos serão rebaixados.

2ª fase (quartas de final; 4 clubes)
Esta etapa marca a estreia de Ceará e Fortaleza na competição, já no fim de fevereiro. A disputa será em ida e volta, como nas três fases eliminatórias, envolvendo ainda o 3º e o 4º colocados da fase classificatória. O leão pegará o 3º, enquanto o vozão pegará o 4º, em definição feita via sorteio na FCF. Os dois confrontos estão previstos para os dias 22/02 e 25/02.

3ª fase (semifinal; 4 clubes)
Os dois vencedores dos confrontos nas quartas se juntam aos dois melhores colocados da 1ª fase para a disputa da semifinal, também em dois jogos, nos dias 28/02 e 15/03. Neste caso, o 1º lugar pega o vencedor de Ceará vs 4º e o 2º lugar pega o vencedor de Fortaleza vs 3º.

4ª fase (final; 2 clubes)
O título cearense de 2022 será definido nos dias 18/03 e 03/04, com o campeão assegurando vaga direta na fase de grupos na Copa do Nordeste de 2023 – além da Copa do Brasil. O estado do Ceará ainda terá direita a outras duas vagas no torneio regional, mas através do Ranking da CBF.

Vale lembrar que o Fortaleza é o atual tricampeão estadual, em três finais seguidas contra o arquirrival. Por sinal, esta sequência colocou em xeque a hegemonia alvinegra, agora com vantagem mínima. Isso dá algum molho para o Estadual de 2022, ainda que os integrantes do Clássico-Rei tenham uma presença tão curtinha. Esse regulamento no CE pode ser apenas uma “solução” para o calendário de 2022, que será bem apertado por causa da Copa do Mundo no fim do ano, mas me parece mais uma sinalização do futuro a curto prazo dos Estaduais, ao menos daqueles (tirando SP, ainda milionário) com grandes clubes.

Nº de títulos cearenses de 1915 a 2021 (107 edições; 11 campeões*)
1º) 45x – Ceará (último em 2018)
2º) 44x – Fortaleza (2021)
3º) 9x – Ferroviário (1995)
4º) 4x – Maguari (1944)
5º) 2x – América (1966)
6º) 1x – Orion (1930), Tramways (1940), Calouros do Ar (1955), Gentilândia (1956), Icasa (1992) e Tiradentes (1992)
* Em 1992 houve divisão de título entre Ceará, Fortaleza, Icasa e Tiradentes (!)

Leia mais sobre o assunto
Com 5 jogos, Vojvoda já fatura título no Fortaleza. Tri no Cearense, 3x sobre o Ceará


Compartilhe!