Compartilhe!
  •  
  • 17
  •  
  •  

O presidente da federação apresentando o recurso na audiência. Imagem: TV Alepe/reprodução.

A FPF recebeu uma autorização da CBF para realizar um experimento com público a partir de uma verificação digital dos torcedores, tendo acesso apenas aqueles já vacinados contra a Covid-19. É o que revelou o presidente da entidade, Evandro Carvalho, durante a audiência pública da Comissão de Esporte e Lazer da Assembleia Legislativa de PE. Via videoconferência, a reunião debateu o futebol local, com o dirigente apresentando ideia em sua última participação.

Segundo o mandatário, o sinal positivo da confederação brasileira veio em 6 de abril de 2021.

“Uma notícia auspiciosa e um motivo de orgulho para nós. Eu acabei de receber a informação. Eu havia solicitado à CBF uma autorização para realizar o primeiro jogo na América Latina com público, porque nós já dispomos da tecnologia de acreditação digital de certificação de vacinação.”

“Então, eu já tenho a autorização, já recebi a informação do meu pessoal de TI (Tecnologia da Informação) que eu posso realizar em qualquer cidade de Pernambuco, em qualquer estádio. Eu já tenho todo o equipamento. Em qualquer cidade, hoje, eu posso fazer adentrar ao estádio e certificar digitalmente, pelo QR Code no celular, que aquela pessoa foi vacinada.”

Durante a pandemia da Covid-19, o primeiro jogo com público pagante no Brasil ocorreu em 1º de outubro, no Estádio Zerão, em Macapá-AP, com 300 pessoas. Porém, sem controle de vacinados, que é o ineditismo apontado por Evandro. O plano da FPF era conseguir a autorização já para Afogados x Sport, em Afogados da Ingazeira, pois a prefeitura local iniciou a certificação. Contudo, ainda falta um ponto essencial: conseguir a autorização da Secretaria de Saúde de PE, cujo contato com o titular da pasta, André Longo, ainda será feito.

Apesar do esforço de Evandro em articular a experiência, com até 300 pessoas num primeiro momento, a informação veio justamente no dia em que o país passou de 4 mil mortes registradas em 24 horas. De forma precisa, 4.195 óbitos, com o total de vítimas do Coronavírus chegando a 336.947, com 13 milhões de brasileiros infectados. Em Pernambuco, 12.479 óbitos e 358 mil casos. Na minha visão, um jogo neste cenário de pico é contra a lógica.

O teste leva em conta somente as pessoas já vacinadas, com eventos do tipo mundo afora. Contudo, paralelamente à curva altíssima de contaminação, o ritmo de vacinação no estado é lento – ainda em idosos a partir de 64 anos, à parte da linha de frente da Saúde. De acordo com dados da secretaria, PE já recebeu 1,83 milhão de doses, com a aplicação de 1,17 mi. Sobre a 2ª dose do imunizante, 255 mil vacinados, ou 2,6% da população. Além do “público alvo” ínfimo, ainda é preciso destacar que as pessoas vacinadas precisam manter o protocolo, com uso de máscara e distanciamento social. Ou seja, não é o momento na arquibancada.

Leia mais sobre o assunto
O 1º jogo no Brasil com público durante a pandemia. No Amapá, com 2% da capacidade

Abaixo, a íntegra da audiência pública na Alepe. A fala de Evandro Carvalho sobre o aval da CBF para o público vacinado está a partir do tempo 1h47min26s. O que você achou da ideia?


Compartilhe!
  •  
  • 17
  •  
  •