Compartilhe!

Retrô (2) 0 x 1 (4) Náutico a final do PE 2022

Na Arena PE, 18 mil pessoas viram o jogo. Na tevê, pico de 1,2 milhão. Imagem: Globo/reprodução.

Apesar de massiva, a decisão do Campeonato Pernambucano de 2022, entre Retrô e Náutico, teve uma média de audiência abaixo de 30 pontos, índice bem inferior ao histórico da competição. Nos últimos seis anos, por exemplo, o índice do jogo de volta, na tela da Globo Nordeste, foi de 39,7 pontos, uma marca elevadíssima para qualquer praça do país.

Neste recorte, o menor dado do Ibope, considerando a “volta”, havia sido em 2020, com 33 pontos para Santa x Salgueiro. Ou seja, também sem clássico. Porém, aquele jogo ocorreu num horário nobre da tevê, a noite de quarta. Desta vez a disputa pela taça cravou 26 pontos, sendo realizada numa tarde de sábado, horário de menor audiência e sem o mesmo “timing”, com o Campeonato Brasileiro já iniciado – inclusive, o Sport jogou praticamente no mesmo horário, no PPV.

Na edição de 2022, a finalíssima na Arena Pernambuco foi apenas a 3ª maior audiência do PE. À frente, dois clássicos. De 2017 pra cá, esta final foi a que teve a menor evolução do jogo de ida para o jogo de volta, que quase sempre é a principal audiência do torneio. O acréscimo sobre o primeiro jogo, ocorrido há nove dias, foi de 1,5 ponto. No ano passado, o salto foi de 14 pontos! Ou 525 mil telespectadores a mais. No levantamento do blog, só houve redução em 2016, mas num caso bem curioso, pois os dois jogos, com o Clássico das Multidões, tiveram audiências excepcionais, com 45 pontos na ida, no Arruda, e 41 na volta, na Ilha.

1/4 do Grande Recife viu a final

Pontuação à parte, é preciso destacar que esse número da final ainda representa muita gente. Com o confronto se estendendo às penalidades, a transmissão passou das duas horas previstas, seguindo com média de 976 mil telespectadores no Grande Recife, a área mensurada pelo Ibope, num dado apurado pelo blog. Quase 1/4 de toda a população da região metropolitana sintonizada na Rede Globo. Nos pênaltis, como já havia acontecido nos três anos anteriores, o número disparou, com pico de 34 pontos até a definição de Júnior Tavares. Ali, foram 1,277 milhão telespectadores simultâneos. Na medição da televisão, lembrando, cada ponto vale 1% da região analisada. Na RMR, hoje, isso dá a 37.570 pessoas.

Fim do contrato com a Globo Nordeste

O jogo disputado em 30 de abril de 2022 foi o último do contrato de transmissão na tevê do Campeonato Pernambucano, que vigorou de 2019 a 2021. Nesses quatro anos, a Globo Nordeste repassou R$ 16 milhões aos clubes do estado, sendo R$ 4 mi por edição. A cada ano, então, R$ 1 milhão a cada grande clube e R$ 1 milhão para ser dividido entre os demais. Há o interesse de um novo contrato, mas ainda não foi definido, nem o tempo nem o valor.

As audiências dos jogos de volta do Pernambucano (últimas 7 edições)
2016 – 41,0 pontos, Sport 0 x 0 Santa Cruz* (08/05, domingo)
2017 – 41,9 pontos, Salgueiro 0 x 1 Sport* (28/06, quarta)
2018 – 35,8 pontos, Náutico* 2 x 1 Central (08/04, domingo)
2019 – 42,5 pontos, Sport* (4) 1 x 2 (3) Náutico (21/04, domingo)
2020 – 33,3 pontos, Santa Cruz (3) 0 x 0 (4) Salgueiro* (05/08, quarta)
2021 – 44,0 pontos, Náutico* (5) 1 x 1 (3) Sport (23/05, domingo)
2022 – 26,0 pontos, Retrô (2) 0 x 1 (4) Náutico* (30/04, sábado)
* O clube campeão

Variação de pontos de audiência da “ida” para a “volta” da final do PE
2016: -4,0 pontos
2017: +7,6 pontos
2018: +8,0 pontos
2019: +7,0 pontos
2020: +8,6 pontos
2021: +14,0 pontos
2022: +1,5 ponto

As maiores audiências do Campeonato Pernambucano de 2022
1º) 30,8 pontos, Sport 2 x 2 Santa Cruz (19/02; 1ª fase)
2º) 27,0 pontos, Náutico (4) 0 x 0 (3) Santa Cruz (02/04; semifinal)
3º) 26,0 pontos, Retrô (2) 0 x 1 (4) Náutico (30/04; final)
4º) 24,5 pontos, Náutico 0 x 1 Retrô (21/04; final)
5º) 21,0 pontos, Náutico 1 x 2 Sport (12/03; 1ª fase)

Leia mais sobre o assunto
Náutico supera expulsão, vence Retrô 2x no dia e é bicampeão estadual após 20 anos

Televisão: As audiências dos jogos de “ida” da final do Campeonato Pernambucano


Compartilhe!