Compartilhe!

Torcida do Sport na Ilha do Retiro

O Sport firmou um acordo pelo Brasileirão válido de 2025 a 2075. Foto: Rafael Bandeira/Sport.

Numa negociação milionária, o Ceará foi, de forma oficial, o único clube do Nordeste a revelar o valor da proposta para a venda de 20% dos seus direitos de transmissão no Campeonato Brasileiro durante 50 anos a partir de 2025. Em 22 de março, o clube confirmou o necessário aval do Conselho Deliberativo sobre a aprovação da direção executiva. Pelo acordo com a Forte Futebol, a liga a qual se vinculou, o clube receberá R$ 118,5 milhões do investidor. A tendência é que o montante seja pago em três momentos: 50% (R$ 59 mi) em até 3 meses, mais 25% (R$ 29 mi) em até 12 meses e os outros 25% (R$ 29 mi) em até 18 meses. Um valor balizador para a comparação com outros times da região. Vamos lá.

Pouco depois deste anúncio em Porangabuçu, duas reportagens do UOL Esporte, ambas do repórter Rodrigo Mattos, trouxeram os cenários propostos pelas duas ligas concorrentes, a Libra (Liga do Futebol Brasileiro) e a LFF (Liga Forte Futebol). No caso, ambas projetaram os valores sobre todos os grandes clubes envolvidos no processo, entre filiados e não filiados. Na Libra, o vozão teria recebido R$ 36 mi a menos neste momento.

A verba que pode ajudar na Recuperação Judicial

Segundo a reportagem do UOL, o valor do Ceará na LFF é de R$ 117,7 mi, dentro da ordem de grandeza do número oficial divulgado. Partindo disso, vale observar o Sport, cuja reunião ordinária com os conselheiros aconteceu até antes, em 14 de março, mas sem tratar na imprensa das cifras para a entrada na LFF. Pois o rubro-negro deverá receber uma bolada ainda maior pela assinatura do “Term Sheet”, o termo contratual no qual concordou em ceder 20% dos futuros direitos nas Séries A e B ao fundo Serengeti – ao todo, 20 já assinaram. Em contrapartida, receberá 80% da cota a cada contrato com canais de TV.

Nesta largada, seriam R$ 135,8 milhões para o clube da Ilha do Retiro. Considerando o mesmo modelo de pagamento do clube cearense, com quem decidirá o título do Nordestão 2023, os pernambucanos receberiam R$ 67,9 milhões na 1ª parcela, R$ 33,9 mi na 2ª e R$ 33,9 mi na 3ª. Portanto, aportes em junho de 2023, março de 2024 e setembro de 2024. Com o pedido de Recuperação Judicial feito depois da aprovação da proposta, nota-se uma oportunidade considerável para negociar e quitar dívidas pesadas. Haja responsabilidade.

5 clubes nordestinos revelados

O UOL Esporte divulgou os 30 maiores valores da LFF e os 30 maiores valores da Libra, de um total de 44 clubes já presentes em alguma liga nacional. As duas projeções contam com cinco clubes nordestinos, sendo Sport, Ceará e Fortaleza da LFF e Bahia e Vitória da Libra. O Sport aparece na frente nos dois cálculos, curiosamente em 16º lugar no país nos dois cenários. O leão também teve o maior valor proposto de forma isolada na região. Os R$ 135,8 milhões na LFF correspondem à receita líquida, pois a previsão do valor bruto é de R$ 139,3 mi.

Já na Libra, o Sport dividiria a ponta com a dupla Ba-Vi. E ainda receberia R$ 15 milhões a menos. Ou seja, para o clube, a escolha inicial parece ter sido boa. Abaixo, os dados deste quinteto nordestino, além do teto geral, com o Flamengo nos dois casos, e do piso neste recorte. Outros cinco clubes do NE já entraram em alguma liga, com Náutico, ABC, CRB e CSA na Forte Futebol e o Sampaio na Libra. Porém, esses clubes não estariam no Top 30, cujo piso pelos 20% não chega nem a R$ 50 milhões. Todos os valores foram estimados a partir de um cálculo interno sobre desempenho no Brasileirão desde 1971, torcida e audiência.

Propostas da Forte Futebol por 20% dos direitos

1º) R$ 219,9 milhões – Flamengo
16º) R$ 135,8 milhões – Sport*
17º) R$ 133,1 milhões – Bahia
18º) R$ 117,7 milhões – Ceará*
18º) R$ 117,7 milhões – Fortaleza*
26º) R$ 88,7 milhões – Vitória
30º) R$ 49,9 milhões – Guarani
* Integrantes da LFF; acordo válido por 50 anos

Propostas da Libra por 20% dos direitos

1º) R$ 316,0 milhões – Flamengo*
16º) R$ 120,3 milhões – Bahia*
16º) R$ 120,3 milhões – Sport
16º) R$ 120,3 milhões – Vitória*
19º) R$ 100,8 milhões – Fortaleza
20º) R$ 81,2 milhões – Ceará
30º) R$ 42,1 milhões – Criciúma
* Integrantes da Libra; acordo válido por 50 anos

Variação entre as projeções dos nordestinos
+36,5 mi – Ceará na LFF
+31,6 mi – Vitória na Libra
+16,9 mi – Fortaleza na LFF
+15,5 mi – Sport na LFF
+12,8 mi – Bahia na LFF

Leia mais sobre o assunto
Sport entra em Recuperação Judicial e completa o caminho do trio de ferro até a SAF

Libra x Forte Futebol, a disputa bilionária sobre os direitos de transmissão do BR


Compartilhe!