Compartilhe!

Rhaldney no Náutico

Rhaldney foi formado no CT Wilson Campos, onde chegou aos 15 anos. Foto: Tiago Caldas/Náutico.

O Náutico confirmou a venda do volante Rhaldney ao Atlético Goiniense, sendo a 14ª negociação milionária na história do clube alvirrubro. Divulgando os dados do acordo, num importante sinal de transparência, o timbu receberá R$ 1 milhão pela rescisão contratual, permanecendo ainda com 22,5% dos direitos econômicos para uma futura venda. Considerando o potencial técnico do bom jogador de 23 anos, o valor pode parecer baixo no mercado da bola, mas é preciso pontuar que o contrato já estava na reta final, restando apenas seis meses.

Na verdade, segundo a lei, Rhaldney já estava apto a fazer um pré-contrato com qualquer outro clube, mas com a mudança de uniforme em 2023. E daí veio o acordo, que antecipou a saída, com o volante integrando o elenco do dragão ainda no Brasileirão de 2022, a partir da janela de inscrições na virada do turno – em campo, também brigará contra o rebaixamento. Lá, assinou um contrato de três temporadas. Rhaldney deixa o Náutico com mais de 100 jogos disputados e com dois títulos pernambucanos, em 2021 e 2022, além da Série C em 2019.

Hoje, o jogador figura como a 10ª maior realizada pelos alvirrubros, numa contagem a partir da implantação do Real, em 1994 – veja abaixo. Considerando o percentual que ainda cabe ao clube pernambucano, ele tem chance de subir nesta lista, mesmo atuando longe de Rosa e Silva. No Nordeste, esta foi a 157ª venda milionária, num levantamento do blog. Ao todo, 18 clubes diferentes já firmaram negociações a partir de R$ 1 milhão, com o bicampeão pernambucano consolidando a 5ª posição entre os times mais numerosos.

As maiores vendas do Náutico no Plano Real*
1º) R$ 4,91 milhões – Thiago, atacante (Flamengo; 2019)
2º) R$ 4,50 milhões – Douglas Santos, LE (Granada-ESP; 2013)
3º) R$ 2,80 milhões – Erick, atacante (Braga-POR; 2017)
4º) R$ 2,60 milhões – Anderson Lessa, atacante (Cruzeiro; 2010)
5º) R$ 2,10 milhões – Gilmar, atacante (Guingamp-FRA; 2009)
6º) R$ 1,90 milhão – Marcos Vinícius, meia (Cruzeiro; 2015)
7º) R$ 1,37 milhão – Kieza, atacante (Shanghai Shenxin-CHN; 2013)
8º) R$ 1,10 milhão – Ronaldo Alves, zagueiro (Sport; 2016)
9º) R$ 1,02 milhão – Luiz Henrique, volante (Moreirense-POR; 2019)
10º) R$ 1,00 milhão – Reynaldo, atacante (Anderlecht-BEL; 2008)
10º) R$ 1,00 milhão – Wellington, atacante (Hoffenheim-ALE; 2008)
10º) R$ 1,00 milhão – Rogério, atacante (São Paulo; 2015)
10º) R$ 1,00 milhão – Robinho, atacante (Bragantino; 2019)
10º) R$ 1,00 milhão – Rhaldney, volante (Atlético-GO; 2022)
* Em valores nominais

Clubes com mais vendas milionárias no Nordeste
1º) 37 vezes – Bahia
2º) 30 vezes – Vitória
3º) 25 vezes – Sport
4º) 17 vezes – Ceará
5º) 14 vezes – Náutico
6º) 9 vezes – Fortaleza e Santa Cruz

Leia mais sobre o assunto
O ranking de vendas milionárias dos clubes do Nordeste no Plano Real, com 157 nomes

Náutico estima receita para 2022 bem abaixo do 1º pelotão da Série B; larga com déficit


Compartilhe!