Compartilhe!

Disputando as Eliminatórias pela 13ª vez, o Brasil tem 7V, 5E e 1D em estreias. Foto: CBF/Twitter.

Pela agenda original, o Brasil deveria ter enfrentado a Bolívia em 27 de março, na Arena Pernambuco. Cerca de 40 mil ingressos já haviam sido vendidos quando a Fifa suspendeu o jogo, devido à pandemia. Com o avanço do surto de Covid-19, o futebol parou durante meses e só teve condições de voltar de portões fechados, sem público. Assim, não havia mais sentido em disputar o jogo, neste momento, na Arena PE.

Acabou sendo remarcado para o Maracanã e depois para a arena do Corinthians, em SP, tudo a partir da logística dos atletas e da condição do gramado. Portanto, 196 dias após a data original, finalmente a Seleção foi a campo na abertura do longo qualificatório sul-americano para a Copa do Mundo de 2022, com 18 rodadas ao todo. Sem surpresa, uma tranquila goleada de 5 x 0 sobre a Bolívia, vice-lanterna nas Eliminatórias para 2018 – e o líder foi justamente o Brasil, com 41 x 14 na pontuação final.

Num desafio técnico muito abaixo, o Brasil jogou com seriedade e criou boas oportunidades do início ao fim – com 20 x 3 em finalizações, somente. Embora tenha passado em branco na noite, Neymar teve um bom desempenho, colaborando com o time, que balançou as redes com Marquinhos (15/1T), Firmino (29/2T e 3/2T), Rodrygo (20/2T) e Coutinho (27/2T). Esse time não pisava no gramado desde 19 de novembro de 2019, num insosso amistoso contra a Coreia do Sul. Há 325 dias! E voltou melhor. Por motivo de força maior, não foi na Arena PE.

Obs. A Seleção Brasileira ainda disputará um jogo das Eliminatórias da Copa do Catar em Pernambuco. Entretanto, a marcação só deve acontecer após a liberação do público. 

Escalação do Brasil (melhores: Neymar, Firmino e Coutinho)
Weverton; Danilo, Thiago Silva (Felipe, 25/2T), Marquinhos e Renan Lodi (Alex Telles, 29/2T); Casemiro, Douglas Luiz e Philippe Coutinho (Everton Ribeiro, 29/2T); Everton (Rodrygo, 13/2T), Roberto Firmino (Richarlison, 25/2T) e Neymar. Técnico Tite

Brasil de Tite, de 09/2016 a 10/2020
49 jogos* (34 sem sofrer gols)
35 vitórias
10 empates
4 derrotas
105 GP e 17 GC
78,2% de aproveitamento
* Pós-Mundial 2018 (23 jogos): 15V, 6E e 2D

Histórico geral de Brasil x Bolívia (todos os mandos)
31 Jogos
22 vitórias brasileiras (70,9%)
4 empates (12,9%)
5 vitórias bolivianas (16,1%)

Leia mais sobre o assunto
Com ameaça do Coronavírus, Fifa suspende Brasil x Bolívia na Arena Pernambuco


Compartilhe!