Compartilhe!

Netfflix no Tuntum

Marcas estampadas e presentes de forma pontual em empresas rivais de comunicação. Timing.

Fundado há menos de um ano, o Tuntum Esporte Clube se classificou à Copa do Brasil de 2022 graças ao título da Copa Federação Maranhense, a “Copa FMF”. O nome pra lá de diferente chamou a atenção no torneio nacional, ainda mais após a passagem à 2ª fase, fazendo 4 x 2 no então favorito Volta Redonda. O resultado credenciou o “leão dos cocais” a um confronto de peso, contra o Cruzeiro, o maior campeão, com seis títulos.

Nos dias que antecederam o jogo no acanhado Estádio Rafael Seabra, o perfil humorístico Olé do Brasil estimulou a Netflix a uma parceria com o Tuntum. Tudo a partir da tradicional chamada da plataforma de streaming, o “tuduuumm” – confira no vídeo abaixo. A greia foi levada a sério e a empresa entrou em contato com o clube, firmando uma parceria especial justamente pelo motivo abordado, embora não seja o único – falo disso já já. Ou seja, uma graninha extra ao clube, que já faturou R$ 1,37 milhão em cotas.

Assim, o time do município homônimo de apenas 42 mil habitantes, a 365 km da capital São Luís, será o primeiro clube do país a estampar a marca da empresa, a maior do segmento, com mais de 210 milhões de assinantes pelo mundo – no Brasil, segundo a consultoria Finder, detém 42% do mercado de streaming. E olhe que a Netflix ainda não entrou no futebol ao vivo, ao contrário dos principais concorrentes, HBO Max, Globoplay e Amazon Prime. Neste último, aliás, surge a outra curiosidade desta história articulada na véspera do jogo, em 16/03.

Netflix x Amazon replica SBT x Globo

Nesta temporada, a Amazon adquiriu parte dos direitos de transmissão da Copa do Brasil junto à Globo, que dividiu o investimento milionário feito no torneio. Assim, a plataforma ganhou o direito a jogos exclusivos. Justamente o caso de Tuntum x Cruzeiro. Para quem tem pelo menos 30 anos, vendo isso, dá para lembrar de uma provocação histórica no futebol brasileiro. Na final da Copa João Havelange de 2000, o Brasileirão daquela temporada, o Vasco enfrentou o São Caetano, no Maracanã, com o logotipo do SBT estampado no seu uniforme.

Na época, o principal cartola do clube carioca, Eurico Miranda, estava brigado com a direção da Rede Globo, que detinha a exclusividade na transmissão – e estampou de graça (!). Foram 2 horas de jogo com o SBT pra lá e pra cá na tela da emissora da Família Marinho, sem contar a festa do título, com Romário erguendo a taça e dando as costas para a câmera, com o “SBT” bem visível e impossível de driblar. Neste novo caso, num alcance de audiência bem menor, a Netflix se fará presente na Amazon pelo mesmo tempo. Graças ao Tuntum. Ou “tudum”?

O que significa “Tuntum”?

O povoado de Tuntum surgiu em 1890, com uma família iniciando o lugarejo num olho d’água na margem do Riacho Tuntum. Embora não exista uma definição quanto à origem do nome, ela seria a partir do som produzido pela queda d’água deste riacho no interior.

Abaixo, a mensagem postada pelo perfil oficial do Tuntum após o acerto com a Netflix. Na carta enviada pelo streaming há o seguinte trecho: “Achou que a Netflix não batia uma bola? Achou errado, jogador! Recebemos o passe sobre a conexão entre a gente e o Tuntum EC (valeu, Olé do Brasil!) e matamos no peito direto pro gol: pela primeira vez no Brasil, a Netflix entrará em campo e terá o logo estampado na camisa do Tuntum EC.”

A seguir, assista à abertura clássica da Netflix, se é que ainda não conhece. Sobre o “tudum” no post e não “tundum” (cujo som seria ainda mais parecido com o clube), é porque trata-se de “tudum” mesmo. Inclusive é o nome do evento promovido pela plataforma para divulgar novidades.


Compartilhe!