Compartilhe!

A festa coral no vestiário do Arruda após o triunfo no clássico. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz.

Após a 7ª rodada, saíram as primeiras definições sobre a sequência do Pernambucano. Começando na parte inferior da tabela, o Vitória, curiosamente o único sem vitória, não tem mais chance de classificação às quartas. Assim, disputará o “quadrangular do rebaixamento”, com os times que não avançarem à próxima fase. Bem diferente do Salgueiro, com quatro vitórias nas últimas cinco rodadas. A arrancada levou o cacará à vice-liderança, com o lugar nas quartas já assegurado no mata-mata – agora, o objetivo do clube, vice em 2015 e 2017, é pegar a vaga direta na semi.

E aí entra o Santa, com uma campanha quase perfeita. Com 19 pontos em 21 disputados, o tricolor da capital já está na semifinal – lembrando, os dois primeiros vão direto à semi e os quatro seguintes disputam as quartas. Com 6 pontos a mais que o 2º lugar, o time coral só precisa de mais um para assegurar a liderança geral, que valeria também uma vaga na Copa do Brasil de 2021 – as outras duas serão para os finalistas. Restando duas rodadas, os dez participantes terão um jogo em casa e um fora. Algum pitaco?

A seguir, um resumo dos 5 jogos e os destaques, além da agenda e da classificação após 7 rodadas. Ao todo, em 35 jogos no Estadual, já foram marcados 82 gols, com média de 2,34.

Sport 4 x 0 Afogados – O leão voltou a vencer após 8 jogos de jejum na temporada. O Brocador marcou 2 gols, de pênalti, no resultado que valeu a volta ao G6. A Ilha recebeu 4.587 torcedores.

Retrô 2 x 0 Vitória – A segunda vitória seguida do caçula do futebol pernambucano valeu duas posições na tabela, subindo do 5º para o 3º lugar. Agora, terá um jogo decisivo contra o timbu.

Petrolina 1 x 1 Central – A patativa chegou a abrir o placar, num pênalti convertido por Leandro Costa, num resultado que deixaria o time em 5º. Porém, sofreu o empate e saiu do G6.

Salgueiro 2 x 1 Decisão – O carcará conseguiu dois triunfos consecutivos no Sertão, tendo que virar o placar no segundo tempo. Em ambos os caso na reta final. Assim, virou o vice-líder.

Santa Cruz 2 x 0 Náutico – O tricolor foi bem melhor que o arquirrival, com o scout de finalizações deixando isso claro: 22 x 8. Resultado justo. Quanto ao timbu, uma acentuada queda técnica.

Destaque positivo – Victor Rangel. Recém-chegado, o atacante substituiu Pipico e foi muito bem no clássico, criando oportunidades e marcando o gol que abriu a vitória coral.

Destaque negativo – Público no Clássico das Emoções. Apenas 8.155 espectadores no Arruda, num duelo importante para os clubes. Foi o 2º clássico assim – o Clássico dos Clássicos teve 7.270.

Próxima rodada (com as transmissões na tevê)
04/03 (20h00) – Petrolina x Sport (Paulo Coelho), Premiere
07/03 (16h00) – Vitória x Salgueiro (Lacerdão)
08/03 (16h00) – Central x Afogados (Lacerdão)
08/03 (16h00) – Náutico x Retrô (Aflitos), Globo
15/03 (16h00) – Santa Cruz x Decisão (Arruda), Globo

Classificação após a 7ª rodada
1º) 19 pontos (6V, 1E, 0D) – Santa Cruz (+10 SG; 12 GP)
2º) 13 pontos (4V, 1E, 2D) – Salgueiro (+3 SG; 10 GP)
3º) 11 pontos (3V, 2E, 2D) – Retrô (+5 SG; 13 GP)
4º) 11 pontos (3V, 2E, 2D) – Náutico (+3 SG; 9 GP)
5º) 10 pontos (2V, 4E, 1D) – Sport (+4 SG; 9 GP)
6º) 9 pontos (2V, 3E, 2D) – Afogados (-1 SG; 11 GP)
7º) 9 pontos (2V, 3E, 2D) – Central (-1 SG; 4 GP)
8º) 6 pontos (1V, 3E, 3D) – Petrolina (-5 SG; 6 GP)
9º) 4 pontos (1V, 1E, 5D) – Decisão (-12 SG; 5 GP)
10º) 2 pontos (0V, 2E, 5D) – Vitória (-6 SG; 3 GP)

Se o campeonato acabasse hoje, naquele velho exercício de futurologia, o mata-mata teria nas quartas Retrô x Afogados e Náutico x Sport, com Santa e Salgueiro já na semifinal.

Artilheiros
4 gols – Diego Ceará (Afogados), Willian Lira (Retrô); Muller Fernandes (Salgueiro); Pipico (Santa)
3 gols – Bruninho (Petrolina); Brocador (Sport)
2 gols – Candinho e Douglas Bomba (Afogados); Leandro Costa (Central); Kady (Decisão); Kieza e Matheus Carvalho (Náutico); Hudson (Petrolina), Héricles, Janderson e Valdeir (Retrô); Willian Anicete (Salgueiro); Danny Morais (Santa)
1 gol – Aurélio, Edivan e Phillip (Afogados); Allan Miguel e Bambam (Central); Aruá, Éverton, Felipe Almeida (Decisão); Carpina, Erick, Jean Carlos e Salatiel (Náutico); Nildo (Petrolina); Anderson, Jaildo, Marcinho (Retrô); Daniel, Renato e Richard (Salgueiro); Patrick, Fabiano, Mayco Félix, Toty, Victor Rangel e William Alves (Santa); Barcia, Ewandro, Juninho, Marquinhos e Yan (Sport); Erverson, Fabinho Vitória e Lucas Santos (Vitória)

Análise detalhada dos jogos
Sport goleia o Afogados, acaba jejum e volta à zona de classificação no Estadual

Melhor, Santa Cruz vence o Náutico e se garante na semifinal do Pernambucano


Compartilhe!