Compartilhe!

Entre todas as metas da Copa do Nordeste, a primeira é um tanto óbvia…

A história do Nordestão foi construída ao longo de 15 edições, com 55 clubes espalhados nos nove estados. Triunfos e decepções a partir de 2.865 gols marcados em 1.049 partidas realizadas – média de 2,73. A 16ª edição do regional começa com um formato revitalizado, com dois grupos de oito clubes e turno único, com seis clássicos estaduais e duelos interestaduais tradicionais já na primeira fase.

Portanto, a história continuará sendo escrita nos gramados, neste ano, através dos 72 jogos programados. Aqui, relembre 31 recordes em vigor na competição (positivos e negativos), sobre títulos, gols, públicos, vitórias, derrotas etc. Alguns números ao alcance dos 16 participantes, outros inalcançáveis – ao menos em 2019.

Obs. A imagens deste post foram publicadas pelo perfil oficial da Copa do Nordeste.

Mais títulos (entre 8 clubes)
4x, Vitória (1997, 1999, 2003 e 2010)

Mais vices (entre 9 clubes )
4x, Bahia (1997, 1999, 2015 e 2018)

Mais finais disputadas
7x – Vitória (97, 98, 99, 00, 02, 03 e 10)
7x – Bahia (97, 99, 01, 02, 15, 17 e 18)

Mais vezes entre os quatro melhores (entre 20 clubes)
10x – Bahia (94, 97, 98, 99, 01, 02, 15, 16, 17 e 18)

Mais vezes seguidas entre os quatro melhores
4x – Bahia (94, 97, 98 e 99)
4x – Vitória (97, 98, 99 e 00)
4x – Sport (14, 15, 16 e 17)
4x – Bahia (15, 16, 17 e 18)

Melhor aproveitamento de um campeão
80,3%, com 41 pontos de 51 possíveis; Bahia em 2001

Jogador com mais títulos
4x – Preto Casagrande (Vitória, 97 e 99; Bahia, 01 e 02)
4x – Chiquinho (Sport, 94 e 00; Vitória, 97 e 03)

Técnico com mais títulos
2x – Arturzinho (Vitória, 97; América-RN, 98)

Maior sequência invicta
15 jogos, Náutico (11V, 4E e 0D), entre 18/01/2001 e 14/04/2001

Mais vitórias seguidas
9 V, Bahia (2001)

Mais vitórias em uma edição
13 V, Bahia (2001)

Maior sequência sem vitória
18 jogos, Botafogo-PB (0V, 5E e 13D), entre 30/01/2000 a 19/01/2002

Mais derrotas seguidas
12 D, Confiança (2002)

Mais derrotas em uma edição
13 D, Confiança (2002)

Maior goleada
Uniclinic-CE 0 x 9 Náutico-PE, em 22/03/2017

Mais gols em um jogo
12 gols, Bahia 10 x 2 Confiança-SE, em 14/04/2002

Mais gols para a artilharia em uma edição
13 gols, Sérgio Alves (Bahia, 2002)

Menos gols para a artilharia em um edição
5 gols, Fábio (Sport, 94), Nádson (Vitória, 03), Marcelo Nicácio (Vitória, 13), Rodrigo Silva (ABC, 13), Yago (Vitória, 18) e Arthur (Ceará, 18)

Maior público em um jogo
69.000 torcedores (65.924 pagantes), Bahia 3 x 1 Sport, em 21/04/2011

Maior média de público
24.282 torcedores, Ceará (2015; 6 jogos como mandante)

Cidade que recebeu mais decisões (jogo único ou a volta)
7x, Salvador (97, 99, 01, 02, 03, 17 e 18)

Estádio que abrigou mais decisões (jogo único ou a volta)
5x, Fonte Nova (97, 99, 01, 17 e 18)

Mais edições disputadas
14x – América-RN, Bahia, Botafogo-PB, CRB e Vitória

Mais jogos na história do torneio
152 partidas – Bahia (em 14 participações)

Mais vitórias na história do torneio
82 V – Bahia (em 14 participações)

Mais empates na história do torneio
41 E – Bahia (em 14 participações)

Mais derrotas na história do torneio
52 D – Botafogo-PB (em 14 participações)

Mais gols marcados na história do torneio
273 GP – Vitória (em 14 participações)

Mais gols sofridos na história do torneio
174 GC – Vitória (em 14 participações)

Maior saldo de gols na história do torneio
+113 SG – Bahia (em 14 participações)

Pior saldo de gols na história do torneio
-80 SG – Confiança-SE (em 10 participações)

Leia mais sobre o assunto
A tabela detalhada do Nordestão de 2019

Os detalhes sobre o acordo entre a Fox Sports e a Liga do Nordeste

SBT com 25 partidas na grade de transmissão na primeira fase

Liga lança serviço de streaming com as 72 partidas do torneio

Ranking de pontos da Copa do Nordeste


Compartilhe!