Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Os 16 participantes da competição em 2020, num registo da nova vinha do torneio.

A história do Nordestão foi construída ao longo de 16 edições, com 55 clubes espalhados nos nove estados. Triunfos e decepções a partir de 3.046 gols marcados em 1.129 partidas realizadas – média de 2,69. A 17ª edição, que começa em 21 de janeiro, repete o formato do último ano, com dois grupos de oito clubes e turno único, com seis clássicos estaduais (dois em PE) e duelos interestaduais tradicionais já na primeira fase.

Portanto, a história continuará sendo escrita nos gramados da região, nesta temporada, através dos 72 jogos programados na fase de grupos – lembrando que outros 8 já foram realizados na preliminar. Aqui, relembre 33 recordes em vigor na competição (positivos e negativos), sobre títulos, gols, públicos, vitórias, derrotas etc. Alguns números ao alcance dos 16 participantes, outros inalcançáveis – ao menos em 2020.

Obs. A imagens deste post foram publicadas pelo perfil oficial da Copa do Nordeste.

Mais títulos (entre 9 clubes)
4x, Vitória (1997, 1999, 2003 e 2010)
3x, Sport (1994, 2000 e 2014) e Bahia (2001, 2002 e 2017)
1x, América-RN (1998), Campinense (2013), Ceará (2015), Santa Cruz (2016), Sampaio Corrêa (2018) e Fortaleza (2019)

Campeões invictos
1x, Sport (1994; 4V e 2E)
1x, Vitória (2003; 3V e 2E)
1x, Ceará (2015; 7V e 5E)

Mais vices (entre 10 clubes )
4x, Bahia (1997, 1999, 2015 e 2018)
3x, Vitória (1998, 2000 e 2002)
2x, Sport (2001 e 2017)
1x, CRB (1994), ABC (2010), Flu de Feira (2003), ASA (2013), Ceará (2014), Campinense (2016), Botafogo-PB (2019)

Mais finais disputadas
7x – Vitória (97, 98, 99, 00, 02, 03 e 10)
7x – Bahia (97, 99, 01, 02, 15, 17 e 18)

Mais vezes entre os quatro melhores (entre 20 clubes)
10x – Bahia (94, 97, 98, 99, 01, 02, 15, 16, 17 e 18)
9x, Vitória (97, 98, 99, 00, 02, 03, 10, 15 e 17)
9x, Sport (94, 97, 99, 00, 01, 14, 15, 16 e 17)
5x, Ceará (97, 13, 14, 15 e 18)
5x, Santa Cruz (02, 14, 16, 17 e 19)

Mais vezes seguidas entre os quatro melhores
4x – Bahia (94, 97, 98 e 99)
4x – Vitória (97, 98, 99 e 00)
4x – Sport (14, 15, 16 e 17)
4x – Bahia (15, 16, 17 e 18)

Melhor aproveitamento de um campeão
80,3%, com 41 pontos de 51 possíveis; Bahia em 2001

Jogador com mais títulos
4x – Preto Casagrande (Vitória, 97 e 99; Bahia, 01 e 02)
4x – Chiquinho (Sport, 94 e 00; Vitória, 97 e 03)

Técnico com mais títulos
2x – Arturzinho (Vitória, 97; América-RN, 98)

Maior sequência invicta
15 jogos, Náutico (11V, 4E e 0D), entre 18/01/2001 e 14/04/2001

Mais vitórias seguidas
9 V, Bahia (2001)

Mais vitórias em uma edição
13 V, Bahia (2001)

Maior sequência sem vitória
18 jogos, Botafogo-PB (0V, 5E e 13D), entre 30/01/2000 a 19/01/2002

Mais derrotas seguidas
12 D, Confiança (2002)

Mais derrotas em uma edição
13 D, Confiança (2002)

Maior goleada
Uniclinic-CE 0 x 9 Náutico-PE, em 22/03/2017

Mais gols em um jogo
12 gols, Bahia 10 x 2 Confiança-SE, em 14/04/2002

Mais gols para a artilharia em uma edição
13 gols, Sérgio Alves (Bahia, 2002)

Menos gols para a artilharia em um edição
5 gols, Fábio (Sport, 94), Nádson (Vitória, 03), Marcelo Nicácio (Vitória, 13), Rodrigo Silva (ABC, 13), Yago (Vitória, 18) e Arthur (Ceará, 18)

Clube com mais artilheiros
4x, Bahia (Uéslei 1999, Sérgio Alves 2002, Régis 2017 e Gilberto 2019)

Maiores médias de público do torneio (+ 20 mil)
24.862 – Ceará (2015, 6 jogos)
24.335 – Ceará (2013, 5 jogos)
22.928 – Fortaleza (2019, 7 jogos)
21.368 – Ceará (2014, 6 jogos)

Maior público em um jogo
69.000 torcedores (65.924 pagantes), Bahia 3 x 1 Sport, em 21/04/2001

Cidade que recebeu mais decisões (jogo único ou a volta)
7x, Salvador (97, 99, 01, 02, 03, 17 e 18)

Estádio que abrigou mais decisões (jogo único ou a volta)
5x, Fonte Nova (97, 99, 01, 17 e 18)

Mais edições disputadas
15x – América-RN, Bahia, Botafogo-PB, CRB e Vitória

Mais jogos na história do torneio
160 partidas – Bahia (em 14 participações)

Mais vitórias na história do torneio
85 V – Bahia (em 14 participações)

Mais empates na história do torneio
44 E – Bahia (em 14 participações)

Mais derrotas na história do torneio
54 D – Botafogo-PB (em 15 participações) e Confiança (em 11 participações)

Mais gols marcados na história do torneio
286 GP – Bahia (em 15 participações)

Mais gols sofridos na história do torneio
188 GC – Vitória (em 15 participações)

Maior saldo de gols na história do torneio
+121 SG – Bahia (em 15 participações)

Pior saldo de gols na história do torneio
-85 SG – Confiança-SE (em 11 participações)

Leia mais sobre o assunto
A tabela detalhada da Copa do Nordeste de 2020, com 21 jogos na TV

As cotas do Nordestão 2020. Total de R$ 34,3 milhões. Subiu mesmo?

Liga repete serviço de streaming com as 72 partidas do torneio

Ranking de pontos da Copa do Nordeste, de 1994 a 2019


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •