Compartilhe!

Íbis 0 x 4 Sport 2022

Aparentemente, o atacante chileno desencantou de vez. Foto: Anderson Stevens/Sport.

Num confronto que não acontecia há 22 anos, o Sport bateu o Íbis sem dificuldades e ampliou a larga vantagem, agora com 85V, 12E e 5D em 102 partidas. Visitante na Arena PE, de portões fechados apesar da flexibilização do governo, o leão foi comandado por Gilmar Dal Pozzo pela 1ª vez. Ainda sob desconfiança, o treinador não fez grandes mudanças na escalação, tanto pelas peças à disposição quanto pelo desafio técnico na noite, com o “pior time do mundo” já desclassificado.

Fazendo a sua parte em campo e torcendo pelo tropeço do Salgueiro, para ganhar o mando no mata-mata do PE, o leão “definiu” o jogo com 13 minutos, em dois gols do centroavante Parraguez. Após tirar a seca no Clássico dos Clássicos, o “Búfalo” mostrou oportunismo nos dois lances. No primeiro tento, ainda cortou o marcador antes de bater colocado. No segundo, após quase sair um gol contra, pegou o rebote cara a cara com o goleiro e marcou.

A partir dali, o jogo esfriou, com controle absoluto dos leoninos, com 65% de posse de bola no 1T. No 2T, já guardando energia para a última rodada da Copa do Nordeste, no sábado, o leão administrou o resultado, que não vinha com tanta facilidade desde a goleada sobre o Sete de Setembro. Já no fim, aos 37 minutos, em outra falha do Íbis, Parraguez se apresentou de novo na área e fez seu primeiro hat-trick pelo Sport – já soma 4 gols em 9 jogos. E ainda deu tempo para o colombiano Ray Vanegas finalmente balançar as redes, fechando a goleada de 4 x 0.

Àquela altura da partida, importava mais o placar no Sertão. O carcará chegou a virar, mas o empate do Retrô no fim definiu a situação, com o Sport em 4º e o Salgueiro em 5º. Logo, jogo único na Ilha do Retiro pelas quartas. Será o 7º confronto eliminatório entre Sport e Salgueiro, todos válidos pelo Estadual. Até hoje, o scout de classificações aponta 5 x 1 para o leão.

Escalação do Íbis
Hélio; Thyego, Vitor Leão, Diego Eduardo e Fabrício; Celestino, Roberto (Cleo) e Kelven (Fábio Paulista); Rosivaldo (Elmir), Guilherme Pessoa (Jean Conca) e Ewerton Bala (Kelvenny). Técnico: Carlos Alberto

Escalação do Sport
Maílson; Ewerthon (Ezequiel), Rafael Thyere, Sabino e Sander; Ronaldo, Bruno Matias e Denner (Cáceres); Jaderson (Cristiano), Luciano Juba e Parraguez (Vanegas). Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Os vencedores dos sete mata-matas entre leão e carcará pelo PE
1º) 2015 – Salgueiro (semifinal); 2 x 0 e 1 x 1
2º) 2016 – Sport (semifinal); 1 x 0 e 0 x 1 com 5 x 4 nos pênaltis
3º) 2017 – Sport (final); 1 x 1 e 1 x 0
4º) 2018 – Sport (3º lugar); 3 x 0
5º) 2019 – Sport (semifinal); 3 x 1
6º) 2021 – Sport (semifinal); 1 x 0
7º) 2022 – A definir (quartas)

Leia mais sobre o assunto
As folhas dos clubes do Pernambucano 2022 somam R$ 3,63 mi; 55% no Sport

Análise: Gilmar Dal Pozzo, uma escolha muito difícil de entender no Sport

Abaixo, assista aos quatro gols da partida, num vídeo publicado pelo perfil da FPF.


Compartilhe!