Compartilhe!

O estádio pertence ao Governo da Bahia. Em 2020, ida e volta lá. Foto: Sudesb/divulgação.

Em 17 edições da Copa do Nordeste, a capital baiana abriga a finalíssima pela 8ª vez. Com 47% das decisões, a cidade se divide entre a Fonte Nova, com cinco entregas de taças, o Barradão, com duas, e, agora, Pituaçu.

Com a escolha do estado para receber os 15 jogos restantes do torneio, num caráter excepcional como prevenção ao Coronavírus, seria natural que Fonte Nova, hoje uma arena, recebesse a finalíssima. Porém, parte do estádio virou um hospital campanha para pacientes com Covid-19. Assim, o “Estádio Metropolitano Governador Roberto Santos” acabou se tornando o principal palco para os organizadores, mesmo à frente da casa do Vitória.

Lá ocorreram os dois jogos da semifinal e o próprio jogo de ida da final entre Bahia e Ceará. No caso, com mando alvinegro, que pôde montar um mosaico enorme com a palavra “vozão” na arquibancada frontal. Na finalíssima, em 4 de agosto, o mando é tricolor, que também poderá customizar o local. Em ambos os jogos, portões fechados para o público. Ainda assim vale dizer Pituaçu foi inaugurado em 1979 com capacidade para 13 mil pessoas, sendo ampliado trinta anos depois, chegando a 32.157 – já recebeu até Eliminatórias da Copa.

Em 2020, Pituaçu entra na listra restrita de estádios que já receberam a decisão da Lampions, considerando de fato o jogo final, com o troféu erguido após o apito final. Entre as 17 finais, 10 estádios diferentes – quatro deles receberam mais de uma decisão (lista abaixo). Por sinal, é a 3ª vez em 4 anos que Salvador recebe o jogo final. Nesta edição, mesmo que não estivéssemos num cenário à parte, o jogo de volta seria com mando do Bahia, devido à melhor campanha.

Em relação ao campeão, há um equilíbrio puro acerca do peso do mando de campo. De 1994 a 2019, foram 8 títulos dos times mandantes e 8 dos visitantes, que ganharam os dois últimos. Após o 3 x 1, o Ceará está bem perto de deixar os visitantes em vantagem neste scout…

A decisão regional em Pituaçu (e as transmissões na TV)
04/08 (21h30) – Bahia x Ceará; SBT*, Fox Sports, Live FC e Youtube
* Nas afiliadas nordestinas

As sedes decisões da Copa do Nordeste (17 edições)**
1994 – Rei Pelé, Maceió-AL (CRB (2) 0 x 0 (3) Sport*)
1997 – Fonte Nova, Salvador-BA (Vitória* 1 x 2 Bahia)
1998 – Machadão, Natal-RN (América* 3 x 1 Vitória)
1999 – Fonte Nova, Salvador-BA (Bahia 1 x 0 Vitória*)
2000 – Ilha do Retiro, Recife-PE (Sport* 2 x 2 Vitória)
2001 – Fonte Nova, Salvador-BA (Bahia* 3 x 1 Sport)
2002 – Barradão, Salvador-BA (Vitória 2 x 2 Bahia*)
2003 – Barradão, Salvador-BA (Vitória* 0 x 0 Fluminense de Feira)
2010 – Frasqueirão, Natal-RN (ABC 1 x 2 Vitória*)
2013 – Amigão, Campina Grande-PB (Campinense* 2 x 0 ASA)
2014 – Castelão, Fortaleza-CE (Ceará 1 x 1 Sport*)
2015 – Castelão, Fortaleza-CE (Ceará* 2 x 1 Bahia)
2016 – Amigão, Campina Grande-PB (Campinense 1 x 1 Santa Cruz*)
2017 – Fonte Nova, Salvador-BA (Bahia* 1 x 0 Sport)
2018 – Fonte Nova, Salvador-BA (Bahia 0 x 0 Sampaio Corrêa*)
2019 – Almeidão, João Pessoa-PB (Botafogo 0 x 1 Fortaleza*)
2020 – Pituaçu, Salvador-BA (Bahia x Ceará)

* O clube campeão
** Em 1994, 2001 e 2010 o título foi decidido em jogo único. Nos demais, valeu o estádio da volta

Ranking de cidades (7 locais)
8x – Salvador
2x – Natal, Fortaleza e Campina Grande
1x – Maceió, Recife e João Pessoa

Ranking de estádios (10 palcos)
5x – Fonte Nova
2x – Barradão, Castelão e Amigão
1x – Rei Pelé, Machadão, Ilha do Retiro, Frasqueirão, Almeidão e Pituaçu

Leia a análise sobre a ida da final de 2020
Ceará vence o Bahia de virada e abre boa vantagem na final do Nordestão. Bi invicto?


Compartilhe!