Compartilhe!
  •  
  • 19
  •  
  •  

A evolução das nove federações do Nordeste no ranking nacional nos últimos dois anos.

A Copa do Nordeste voltou ao calendário oficial da CBF em 2013. De lá até hoje, o futebol pernambucano sempre teve três representantes, pois sempre figurou entre as duas federações de melhor ranking no NE. E desses oito anos, a FPF liderou na região em sete. Até a derrocada. Foi ultrapassada pela Bahia em 2020 e agora pelo Ceará, no Ranking de Federações da CBF de 2021.

Os cearenses, aliás, saltaram diretamente para a inédita liderança, no embalo das campanhas de Ceará e Fortaleza, indo para três anos juntos na Série A. Já Pernambuco, com a queda para a 3ª posição regional, sofreu danos na distribuição de vagas, assim como o Ceará se beneficiou com o rendimento atual. No Nordestão, PE agora tem apenas duas vagas para a edição de 2022. Uma ao campeão estadual e outra pelo ranking – antes, eram duas via ranking.

Como o Sport é melhor ranqueado, isso significa que, necessariamente, Náutico ou Santa ficarão de fora – ou até os dois, caso um clube intermediário conquiste novamente o Pernambucano. Já o CE (com a FCF) ganhou uma vaga extra para ser aplicada ao Campeonato Cearense, garantindo já Ceará e Fortaleza no Nordestão, pois duas vagas são via ranking.

Na Série D, com a classificação através dos campeonatos e copas estaduais, Pernambucano viu a quantidade de vagas cair de três para duas, já influenciando na edição deste ano. O estado terá apenas Salgueiro e Retrô. Com a posição anterior da FPF, o Central também teria direito. Com a nova lista, a 3ª vaga foi para o futebol cearense, com a classificação do Caucaia.

Posicionada entre os dois estados, a Bahia (FBF) segue com o mesmo número de vagas. Com 2.584 pontos à frente de Pernambuco, a tendência é que a Boa Terra também siga neste patamar no próximo ranking. Ou seja, força os clubes pernambucanos a uma reação geral visando mais vagas, num ciclo de benefício mútuo – ou, como agora, de prejuízo mútuo.

O pódio das federações do NE no Ranking da CBF
2013 – 1º PE, 2º BA, 3º CE
2014 – 1º PE, 2º BA, 3º CE
2015 – 1º PE, 2º BA, 3º CE
2016 – 1º PE, 2º BA, 3º CE
2017 – 1º PE, 2º BA, 3º CE
2018 – 1º PE, 2º BA, 3º CE
2019 – 1º PE, 2º BA, 3º CE
2020 – 1º BA, 2º PE, 3º CE
2021 – 1º CE, 2º BA, 3º PE

A seguir, o ranking completo com as 27 federações estaduais na lista de 2021 e a variação sobre as colocações em 2020. A composição do ranking, lembrando, é a soma dos pontos dos clubes filiados no Ranking Nacional de Clubes da respectivva temporada. A ordem desta lista é determinante para a distribuição de vagas na Copa do Brasil, na Série D e na Lampions – veja a lista na sequência.

O ranking de federações estaduais para 2021 (e a variação nas posições)
1º) 84.516 – São Paulo, igual
2º) 50.134 – Rio de Janeiro, igual
3º) 45.127 – Rio Grande do Sul, +1
4º) 40.542 – Minas Gerais, -1
5º) 33.927 – Paraná, igual
6º) 28.094 – Santa Catarina, igual
7º) 21.381 – Goiás, +1
8º) 21.084 – Ceará, +2 (1º no NE)
9º) 20.528 – Bahia, -2 (2º no NE)
10º) 17.944 – Pernambuco, -1 (3º no NE)
11º) 12.040 – Alagoas, igual (4º no NE)
12º) 10.510 – Mato Grosso, +1
13º) 8.790 – Pará, -1
14º) 7.941 – Maranhão, igual (5º no NE)
15º) 5.924 – Rio Grande do Norte, igual (6º no NE)
16º) 5.440 – Paraíba, igual (7º no NE)
17º) 4.662 – Sergipe, igual (8º no NE)
18º) 3.294 – Acre, igual
19º) 2.757 – Amazonas, +1
20º) 2.491 – Piauí, -1 (9º no NE)
21º) 2.237 – Brasília, igual
22º) 1.921 – Espírito Santos, +1
23º) 1.895 – Mato Grosso do Sul, -1
24º) 1.790 – Rondônia, +1
25º) 1.769 – Roraima, +2
26º) 1.648 – Tocantins, -2
27º) 1.584 – Amapá, -1

Classificação para a Copa do Brasil de 2022, via estaduais e copas estaduais*
5 vagas – 1º e 2º (SP e RJ)
4 vagas – do 3º ao 5º (RS, MG e PR)
3 vagas – do 6º ao 14º (SC, GO, CE, BA, PE, AL, MT, PA e MA)
2 vagas – do 15º ao 22º (RN, PB, SE, AC, AM, PI, DF e ES)
1 vaga – do 23º ao 27º (MS, RO, RR, TO e AP)
* Além dos brasileiros na Libertadores, do melhor colocado na Série A, dos 10 melhores do ranking nacional e dos campeões do Nordestão, Copa Verde e Série B

Classificação para a Série D de 2022, via estaduais e copas estaduais
4 vagas – 1º (SP)
3 vagas – do 2º ao 9º (RJ, RS, MG, PR, SC, GO, CE e BA)
2 vagas – do 10º ao 19º (PE, AL, MT, PA, MA, RN, PB, SE, AC e AM)
1,5 vaga* – do 20º ao 27º (PI, DF, ES, MS, RO, RR, TO e AP)
* No caso, 1 vaga fixa na fase de grupos e 1 vaga na fase preliminar

Classificação para a Copa do Nordeste de 2022, via estaduais e ranking de clubes
3 vagas* – 1º e 2º (CE e BA)
2 vagas** – do 3º o 9º (PE, AL, MA, RN, PB, SE e PI)
* Campeão estadual + duas vagas via ranking
** Campeão estadual + uma vaga via ranking

Leia mais sobre o assunto
A evolução do G7 no Ranking de Clubes da CBF de 2021; Bahia lidera pela 5ª vez no NE


Compartilhe!
  •  
  • 19
  •  
  •