Compartilhe!

Os 85 clubes presentes no ranking feminino de 2020, incluindo 23 do Nordeste.

A CBF divulgou a 8ª versão do ranking de clubes do futebol feminino, cuja lógica é a mesma do masculino, pontuando os últimos cinco anos com pesos distintos, dando vantagem aos anos mais recentes. Dois clubes do Nordeste estão no top ten, a Acadêmica Vitória (PE) e São Francisco (BA), os mesmos da temporada anterior.

Entretanto, apesar do posicionamento favorável, ambos foram rebaixados em 2019, no primeiro ano com turno completo na elite do Campeonato Brasileiro. Como o Sport também caiu, como lanterna, a região terá apenas o Vitória (BA) na Série A1 de 2020 – o leão baiano está a 2.294 pontos da liderança regional (e há chance para a próxima atualização). Nesta temporada, Pernambuco não terá representantes na 1ª divisão feminina pela primeira vez. E mesmo na A2 haverá desfalque, porque o time de Vitória de Santo Antão solicitou o afastamento por falta de condições financeiras. Assim, apenas Sport e Náutico.

Voltando ao ranking nacional, a lista completa conta tem 142 times a menos que a atual lista masculina (85 x 227). É interessante ressaltar essa diferença pois já está em vigor a Licença de Clubes. A certidão foi criado pela direção da confederação brasileira para chancelar as participações das equipes em torneios masculinos, desde que contem com departamentos femininos – com prazos escalonados, já é obrigatório na Série A desde 2019.

Curiosidade na contagem das “finais”
Na final da Libertadores Feminina, no Equador, o Corinthians venceu a Ferroviária e obteve o título inédito – sem parcerias. Porém, a conquista não rendeu pontos ao clube no ranking nacional, que contabiliza apenas os torneios da CBF. Já na final do Brasileiro foi o inverso, com a Ferroviária de Araraquara vencendo o Timão nos pênaltis. Valeu a liderança nacional pela 1ª vez.

Líderes do ranking brasileiro feminino
2013 – 6.100 pontos (São Francisco-BA)
2014 – 9.800 pontos (São José-SP)
2015 – 12.560 pontos (São José-SP)
2016 – 14.520 pontos (São José-SP)
2017 – 15.440 pontos (São José-SP)
2018 – 13.040 pontos (São José-SP)
2019 – 10.816 pontos (São José-SP)
2020 – 9.936 pontos (Ferroviária-SP)

O ranking entre os times nordestinos para 2020
1º) Vitória-PE (8.578 pontos; 7º lugar geral)*
2º) São Francisco-BA (8.512 pts; 8º)
3º) Vitória-BA (6.284 pts; 13º)
4º) Sport-PE (5.928 pts; 15º)
5º) Tiradentes-PI (4.800 pts; 18º)
6º) Botafogo-PB (3.768 pts; 24º)
7º) Caucaia-CE (3.656 pts; 25º)
8º) UDA-AL (3.384 pts; 26º)
9º) Náutico (3.060 pts; 27º)
10º) Viana-MA (2.348 pts; 33º)
11º) Lusaca-BA (2.272 pts; 35º)**
12º) Canindé-SE (2.052 pts; 39º)
13º) JV Lideral (1.568 pts; 44º)
14º) Ceará (1.360 pts; 47º)
15º) União-RN (1.212 pts; 53º)
16º) Cruzeiro-RN (1.140 pts; 56º)
16º) Santa Quitéria-MA (1.140 pts; 56º)
18º) Sampaio Corrêa-MA (1.024 pts; 64º)
19º) São Gonçalo-CE (928 pts; 67º)
20º) Abelhas Rainhas-PI (200 pts; 70º)
20º) Boca Júnior-SE (200 pts; 70º)
20º) Juventus-CE (200 pts; 70º)
23º) América-PE (100 pts; 81º)

* Vitória-PE fez parceria com o Santa Cruz-PE em 2019
** Lusaca-BA e Bahia-BA formaram parceria nas competições de 2019

A seguir, a evolução no ranking das principais forças pernambucanas no futebol feminino.

Acadêmica Vitória
2013 – 3º (5.370), Série A1 (5º) e campeão PE
2014 – 3º (9.200), Série A1 (7º) e campeão PE
2015 – 2º (11.768), Série A1 (14º) e campeão PE
2016 – 2º (13.070), Série A1 (10º) e campeão PE
2017 – 2º (13.752), Série A1 (13º) e vice PE
2018 – 2º (11.882), Série A1 (13º)
2019 – 5º (9.934), Série A1 (13º) e campeão PE
2020 – 7º (8.578), Série A2 (pediu afastamento)

Sport
2013 – 37º (880), vice PE
2014 – 22º (2.200), Série A1 (19º) e vice PE
2015 – 15º (4.760)
2016 – 20º (3.728)
2017 – 27º (2.696), Série A1 (9º) e campeão PE
2018 – 22º (4.264), Série A1 (10º) e campeão PE
2019 – 18º (5.272), Série A1 (16º) e vice PE
2020 – 15º (5.928), Série A2 a disputar

Náutico
2013 – não apareceu na lista
2014 – não apareceu na lista, Série A1 (17º)
2015 – 27º (2.280), vice PE
2016 – 28º (2.324)
2017 – 31º (2.268), Série A2 (15º)
2018 – 30º (2.792), Série A2 (19º) e vice PE
2019 – 27º (2.900), Série A2 (22º)
2020 – 27º (3.060), Série A2 a disputar

Leia mais sobre o assunto
A evolução do G7 do Nordeste no Ranking Nacional Masculino de 2020. Bahia no top ten


Compartilhe!