Compartilhe!

Léo Lemos/Náutico

De acordo com o coordenador das obras de reforma dos Aflitos, Gustavo Leite, o trabalho executado chegou a 80% em relação aos serviços contratados pelo Náutico. Nesta primeira etapa de requalificação, já apta para a reabertura, o investimento no estádio é de R$ 5 milhões – e a campanha Voltando pra casa é um dos caminhos para a captação de recursos.

Segundo o projeto de modernização, assinado por Múcio Jucá, o estádio alvirrubro terá 19.600 lugares – anteriormente, a capacidade oficial chegou a ser de 22.856. À parte de treinos do time profissional, como forma de apresentação à torcida, há a possibilidade de jogos ainda em 2018. No caso da Série C, não antes da possível disputa das quartas de final (na arena).

Mas, de fato, os prazos informados pelo clube sobre os próximos passos indicam a reta final da obra.

1) Gramado – processo final de manutenção, o ‘topdressing’ (15 dias)
2) Pavimentação – piso entre o muro e os degraus da arquibancada (20 dias)
3) Cadeiras – finalização da instalação dos 3.700 assentos (30 dias)

Em relação à iluminação, um aumento de 66% nos focos de luz. Anteriormente, cada uma das oito torres tinha 9 refletores. Agora serão 15 em cada poste. Portanto, sobe de 72 para 120.

Abaixo, fotos da assessoria do clube sobre a visita guiada na apresentação da reforma.

Léo Lemos/Náutico

Compartilhe!