Compartilhe!

Salgueiro campeão pernambucano de 2020

Com a taça, o Salgueiro quebrou uma hegemonia de 76 anos do trio. Foto: Marlon Costa/FPF.

O Salgueiro Atlético Clube foi fundado em 23 de março de 1972, há exatamente 50 anos. O clube seguiu amador nas três primeiras décadas, limitado a disputas locais no município sertanejo a 515 km da capital. Apenas em 2005 veio a profissionalização, numa época na qual Vitória de Santo Antão, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Garanhuns se dividiam entre os principais centros de futebol do interior. De forma simbólica, a filiação na FPF aconteceu no mesmo dia da fundação, com a primeira partida oficial ocorrendo pouco depois, já valendo pela 2ª divisão estadual.

Em 3 de abril de 2005, o carcará recebeu o 1º de Maio, de Petrolina, e venceu por 2 x 0. A partir dali, o Salgueiro construiria uma história na qual já pode ser apontado como o clube mais vencedor do interior pernambucano. No recorte até o último jogo antes do cinquentenário, em 16 de março de 2022, com o empate em 2 x 2 com o Retrô, pela última rodada da fase classificatória da Série A1 do PE, o clube disputou 617 jogos oficiais por sete competições diferentes, sendo duas estaduais, uma regional e quatro nacionais – lista completa abaixo.

Ao todo, somou 227 vitórias, 174 empates e 216 derrotas, com 46,1% de aproveitamento – à parte de amistosos e jogos semiprofissionais, caso da Copa PE. Os sertanejos marcaram 660 gols e sofreram 690, com saldo de -30. O ponto alto nesses 17 anos de atividade profissional, com momentos mais pujantes em relação aos clubes intermediários, é o inesquecível título pernambucano de 2020, conquistado diante do Santa Cruz, no Arruda. Demorou mais de um século para um clube de fora da capital erguer a taça e, naquele momento, o Salgueiro já fazia por merecer esse privilégio – são oito anos seguidos no G4, incluindo três finais locais.

Bote na Curuzu, o 1º grande feito

E o que dizer do acesso à Série B em 2010? Nas quartas da Série C, valendo a vaga, o carcará venceu o Paysandu dentro da Curuzu, por 3 x 2, num jogo na TV Brasil para todo o país. Com nomes como o goleiro Luciano, o lateral Tamandaré e o zagueiro Ranieri, o Salgueiro também avançou nas copas, sendo, por exemplo, o único nordestino nas oitavas da Copa do Brasil de 2013. Com campanhas do tipo, recebeu Internacional (2013), Flamengo (2015), Corinthians (2021) e Santos (2022). Difícil imaginar isso lá em 2005, quando o sonho era disputar a 1ª divisão do PE. Pois está lá desde 2008, apesar das dificuldades naturais, chegando a desistir duas vezes da Série D. Aos 50 anos, o tricolor sertanejo festeja a data querendo completar 50 também de profissionalismo. Já foram 17, com resultados bem acima do esperado.

Scout diante do Trio de Ferro

Até hoje, o Salgueiro disputou 124 jogos contra os grandes clubes do Recife, com 34 vitórias, 32 empates e 58 derrotas, com 36,0% de aproveitamento dos pontos. Dá trabalho, sobretudo quando atua no Cornélio de Barros. O retrospecto “individual” fica assim: 45 jogos vs Santa Cruz, com 14V, 14E e 17D; 41 jogos vs Sport, com 9V, 11E e 21D; e 38 jogos vs Náutico, com 11V, 7E e 20D. As finais estaduais disputadas pelo clube do Sertão na última década foram contra o trio, sendo duas contra o Santa (1 título e 1 vice) e uma contra o Sport (1 vice).

Torcida em Salgueiro

Em 2016, entre os dias 2 e 6 de março, o Instituto Plural realizou a única pesquisa de torcida já feita em Salgueiro, com 300 entrevistas. Os maiores percentuais de “1º time” foram os seguintes: 1º Salgueiro (19%), 2º Flamengo (18%), 3º São Paulo (13%) e 4º Corinthians (10%). O Sport apareceu com 2%, enquanto o Náutico teve 1%. O Santa teve menos de 1%, com 29% sem clube. Hoje, o município tem 61.561 habitantes. Projetando aquele percentual, então, o Salgueiro teria 11.696 torcedores, além de outros simpatizantes pelo clube que tanto carregou o nome da cidade. Não por acaso, o perfil oficial do clube no Instagram tem 42 mil inscritos.

Leia mais sobre o assunto
Salgueiro bateu o Santa nos pênaltis para conquistar o 1º título pernambucano do interior

A seguir, o resumo histórico do Salgueiro em todas as competições oficiais disputadas.

Campeonato Pernambucano A1
16 participações (06 e 08-22*)
291 jogos; 129V, 62E e 100D (363 GP e 327 GC)
Campeão em 2020
* Ainda vai disputar as quartas de 2022

Campeonato Pernambucano A2
2 participações (05 e 07)
37 jogos; 17V, 15E e 5D (48 GP e 40 GC)
Campeão em 2007

Copa do Nordeste
6 participações (13, 15-16, 18-19 e 21)
46 jogos; 12V, 14E e 20D (20 GP e 42 GC)
Quartas de final em 2015 e 2016

Copa do Brasil
7 participações (13, 15-18 e 21-22)
17 jogos; 3V, 7E e 7D (17 GP e 28 GC)
Oitavas de final em 2013

Brasileiro da Série B
1 participação (11)
38 jogos; 8V, 5E e 25D (32 GP e 63 GC)
19º lugar em 2011

Brasileiro da Série C
9 participações (08-10, 12 e 14-18)
148 jogos; 43V, 53E e 52D (153 GP 176 GC)
4º lugar em 2010 (acesso)

Brasileiro da Série D
3 participações (13 e 19-20)
40 jogos; 15V, 18E e 7D (27 GP e 14 GC)
4º lugar em 2013 (acesso)


Compartilhe!