Compartilhe!

Na estreia do mascote, o tricolor atingiu uma marca expressiva. Fotos: Rafael Melo/Santa Cruz.

O atacante Patrick acabou de subir do Sub 23 e já está na história do Santa Cruz. Incorporado ao elenco profissional pelo técnico Itamar Schulle, o jogador foi acionado como titular na estreia do Pernambucano 2020. No Arruda, reaberto após dois meses de reforma.

Diante do Petrolina, o time coral queria dar uma necessária satisfação à torcida. E a vitória veio, com extrema facilidade. Para Patrick, era a primeira grande oportunidade – atuou durante 66 minutos e ainda terá outras chances, na busca por seu espaço. Independentemente do rendimento mais adiante, o jogador tornou-se uma referência daquelas na numerologia do clube. Vamos lá.

Aos 15 minutos, o time coral já vencia por 1 x 0 quando Patrick ampliou. Foi a terceira tentativa no mesmo lance, após a cabeçada de Pipico e o chute de Jeremias. Valia a história, pois o segundo tento na goleada por 3 x 0 foi o 10.000º gol marcado pelo time principal do Santa Cruz em 107 anos de atuação no futebol – em tese, o número pode ter saído antes, pois existem dez jogos sem resultado conhecido na época amadora. No Brasil, dos 874 clubes em atividade, o clube pernambucano é apenas o 12º a alcançar a marca, sendo o 1º no Nordeste – até então, apenas os grandes do eixo RJ-SP-MG-RS, com exceção do Cruzeiro.

Numa história de 5.201 partidas, que tem o atacante Tará como maior “colaborador”, com 207 gols, Patrick fez a sua parte no tricolor, justamente em seu primeiro gol como profissional.

Os maiores artilheiros do Santa entre os 10 mil gols (+100)
1º) 207 gols – Tará (1931-1949)
2º) 174 gols – Luciano Veloso (1968-174)
3º) 148 gols – Ramon (1969-1983)
4º) 143 gols – Betinho (1971-1980)
5º) 123 gols – Fernando Santana (1967-1974)
6º) 115 gols – Elói de Paula (1946-1952)
7º) 105 gols – Siduca (1935-1948) e Paraíba (1950-1958)

Total de jogos do Santa entre 1914 e 2020 (torneios oficiais e amistosos)
5.201 partidas (10.001 GP e 6.033 GC, +3.968)
2.625 vitórias (50,4%)
1.211 empates (23,2%)
1.355 derrotas (26,0%)
10 jogos com placar desconhecido

Primeiro: Santa Cruz 7 x 0 Rio Negro (08/03/1914), no Derby (amistoso)
Último: Santa Cruz 3 x 0 Petrolina (18/01/2020), no Arruda (Estadual)

A seguir, o ranking de gols marcados pelos clubes brasileiros em toda a história, partindo ainda do século XIX, num levantamento excepcional do site Futebol 80, compilando dados de vários historiadores – caso de Carlos Celso Cordeiro, pesquisador do Recife. Atualizei todos os gols até 18 de janeiro e listei os 27 maiores. A princípio, três clubes ainda não tinham dados completos na fonte do post, mas Ceará (via Pedro Mapurunga) e Fortaleza (Luca Laprovítera e David Barboza) me forneceram os dados. Então, segue faltando o histórico do Vitória.

Ranking de gols até 18/01/2020 (e o nº de jogos conhecidos)
1º) 12.678 – Santos (6.223; desde 1912)
2º) 12.376 – Flamengo (6.251; desde 1912)
3º) 11.675 – Palmeiras (6.079; desde 1915)
4º) 11.541 – Vasco (6.052; desde 1916)
5º) 11.422 – Grêmio (5.726; desde 1904)
6º) 11.045 – Internacional (5.581; desde 1909)
7º) 11.022 – Corinthians (5.925; desde 1910)
8º) 10.909 – Fluminense (5.715; desde 1902)
9º) 10.825 – Botafogo (5.731; desde 1904)
10º) 10.787 – Atlético-MG (5.674, desde 1909)
11º) 10.190 – São Paulo (5.625; desde 1930)
12º) 10.001 – Santa Cruz (5.191; desde 1914)
13º) 9.772 – Cruzeiro (5.270; desde 1921)
14º) 9.589 – Sport (5.183; desde 1905)
15º) 9.561 – Paysandu (4.862; desde 1914)
16º) 9.158 – Bahia (5.160; desde 1931)
17º) 8.794 – Remo (4.565; desde 1913)
18º) 8.758 – Náutico (4.830; desde 1909)
19º) 8.697 – Ceará (5.028; desde 1914)
20º) 8.343 – Coritiba (4.691; desde 1909)
21º) 8.117 – América-RJ (4.588; desde 1905)
22º) 8.114 – Portuguesa (4.938; desde 1920)
23º) 8.070 – Fortaleza (desde 1918)
24º) 7.708 – Athletico-PR (4.465; desde 1914)
25º) 7.546 – América-MG (4.378; desde 1913)
26º) 7.341 – Guarani (4.756; desde 1911)
27º) 6.837 – Ponte Preta (4.414; desde 1900)

Histórico incompleto
Vitória – 5.881 gols desde 1955 (falta 1901-1954)

Leia mais sobre o assunto
Santa Cruz reabre o Arruda com goleada no Pernambucano de 2020


Compartilhe!