Compartilhe!

O atacante Pipico marcou 2 gols e largou na artilharia do Estadual. Fotos: Rafael Melo/Santa Cruz.

A festa foi completa na estreia do Santa Cruz no Pernambucano de 2020. Reabrindo o Arruda, após dois meses de reforma, com pintura nova e gramado novo, o tricolor goleou o Petrolina com extrema facilidade, com destaque para Pipico, iniciando a sua terceira temporada no clube com o mesmo faro de gols.

Era mesmo uma noite de novidades, tendo ainda o uniforme branco em homenagem aos jogos que valeram a Fita Azul, no Oriente Médio, o novo mascote, escolhido após enquete do clube, e, dentro de campo, o primeiro jogo oficial de Itamar Schulle, contratado para tirar o time da Série C e retomar a hegemonia local após quatro anos.

Em campo, já à vera, um jogo com tempos bem distintos. No 1T, para dizer que o time do Sertão do São Francisco não fez nada, só levou perigo uma vez, aos 2 minutos, mas apenas pela indecisão do goleiro Maycon. Depois disso, quase todas as chegadas do mandante resultaram em gol. Aos 9, Pipico escorou um escanteio cobrado por Augusto. Aos 15, com três tentativas no mesmo lance, Patrick bateu de chapa para ampliar. Aos 29, após cruzamento da direita, de Paulinho, Pipico apareceu de novo, colocando 3 x 0 no placar.

O centroavante de 34 anos chegou a 24 gols em 41 partidas pelo Santa – com a boa média de 0,58. Tende a ser, novamente, peça-chave na temporada. No 2T, com o resultado já estabelecido, o time diminuiu bastante o ritmo, embora tenha continuado com a posse. Até porque o calendário será puxado, com 18 jogos em 67 dias. O primeiro já foi, com 3 pontos.

Escalação do Santa Cruz (melhores: 1 Pipico, 2 Paulinho e 3 Augusto)
Maycon; Júnior, William Alves, Danny Moraes e Feliphe Gabriel (Mayco Félix, 38/2T); Bileu, Paulinho (Ítalo Henrique, 32/2T) e Jeremias; Augusto Potiguar, Pipico e Patrick (Toty, 21/2T). Técnico: Itamar Schulle

Escalação do Petrolina (melhor: Tigre; pior: Marquinhos)
Tigre; Nem, Nildo, Montanha e Wallace; Daniel, Cícero Matheus e Marquinhos (Ramires, 15/2T); James Dean (Naldinho, 19/2T), João Douglas (Saci, 41/2T) e Denis. Técnico: Higor César

Histórico geral de Santa Cruz x Petrolina (todos os mandos)
21 jogos
15 vitórias tricolores (71,4%)
3 empates (14,2%)
3 vitórias petrolinenses (14,2%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami e Diego Borges):

Leia mais sobre o assunto
Santa Cruz chega a 10 mil gols e vira o 12º clube do Brasil a atingir a marca

A nova pintura do Arruda (após 10 anos) e a diferença para o layout. Aprovada?


Compartilhe!