Compartilhe!

O capitão Danny Morais comemora o seu 2º gol na temporada. Fotos: Cláudio Gomes/Afogados.

Com seis jogos disputados, restando apenas três, o Santa Cruz vai encaminhando a classificação direta para a semifinal do Pernambucano. E já começa a projetar o mando de campo em todas as fases possíveis, semifinal e final, pois o tricolor tem 5 vitórias e 1 empate, com 16 pontos em 18 possíveis. Abrindo a sexta rodada, venceu o Afogados por 2 x 0, no Sertão do Pajeú.

Considerando as duas vagas diretas, sem a necessidade de jogar as quartas de final, o time comandado por Itamar Schulle já tem 7 pontos sobre o 3º lugar, o próprio Afogados, e 9 a mais que Salgueiro e Sport, que se enfrentam na Quarta-feira de Cinzas. Parece improvável a saída do G2.

Então, o foco passa a ser, de fato, a defesa a primeira colocação, com o Náutico somando 11 pontos – e um jogo a menos. E é justamente o próximo adversário, com o Clássico das Emoções programado para o Arruda, em 1º de março. Chave para colocar o Arruda na rota dos jogos decisivos desta edição. Até o duelo contra os alvirrubros, o Santa precisa impor esta pegada competitiva no Nordestão, onde segue fora do G4 do grupo B, com 4 pontos em 12.

A vitória no Vianão
A partida marcou a inauguração das primeiras arquibancadas móveis do estádio, com 2.033 espectadores – antes, a capacidade máxima era de 2.000. Em campo, o tricolor foi melhor, obtendo um resultado com surpreendente tranquilidade, considerando o rendimento da coruja sertaneja, invicta até então. Foi a estreia de Victor Rangel, que atuou centralizado no 1T, com Pipico centralizando o ataque no 2T. O ataque se movimentou bem, mas os gols fora marcados por defensores, ambos no estilo “camisa 9”. Aos 35/1T, o zagueiro Danny Morais pegou uma sobra no escanteio e bateu forte. Aos 16/2T, o lateral Toty pegou o rebote do pênalti batido por Pipico.

Escalação do Afogados (melhor: Wallef; pior: Diego Teles)
Wallef; Jader, Márcio, Edivan (Heverton Luís, 29/1T) e Thalyson; Douglas, Diego Teles (Aurélio, 20/2T) e Candinho (Rodrigo, 20/2T); Philip, Diego Ceará e Erivelton. Técnico: Pedro Manta

Escalação do Santa Cruz (melhores: 1 Danny, 2 Victor)
Maycon Cleiton; Toty, William Alves, Danny Morais e Fabiano (Felipe Gabriel, 26/2T); Bileu, Paulinho e Didira; Victor Rangel (Jeremias, 41/2T), Pipico e Patrick (André, 37/2T). Técnico: Itamar Schulle

Os quatro duelos na história, todos pelo Estadual (3V dos corais e 1E)
1º) 14/02/2018 – Afogados 0 x 1 Santa Cruz (Vianão)
2º) 20/01/2019 – Santa Cruz 4 x 1 Afogados (Arena PE)
3º) 27/03/2019 – Santa Cruz (1) 1 x 1 (3) Afogados (Arruda)
4º) 19/02/2020 – Afogados 0 x 2 Santa Cruz (Vianão)

Leia mais sobre o assunto
Capacidade do estádio em Afogados aumenta em 150%. Mirando o Galo

A análise do Podcast 45 Minutos (Diego Borges e Lucas Liasu, a partir do minuto 46):


Compartilhe!