Compartilhe!
  •  
  • 1
  •  
  •  

Somando PE e BR, são 12 jogos de jejum, com 0V, 5E e 7D. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz.

Há três meses sem vencer, o Santa Cruz encerrou o primeiro turno da Série C com apenas 3 pontos em 27 disputados, resultando num ridículo aproveitamento de 11,1%. Em nove jogos, a campanha coral aponta 0V, 3E e 6D. Já são quatro derrotas seguidas. Esta diante do Botafogo, no Almeidão. Os corais jogaram com um a menos durante todo o 2T, após a tola expulsão de Levi no finzinho do 1T. Melhor e com um a mais, o time paraibano venceu por 1 x 0, chegando à liderança.

Já o time pernambucano, que era o lanterna do Grupo A, agora aparece nesta situação também sendo na classificação geral. Como o Oeste empatou nesta 9ª rodada, voltando a pontuar após quatro derrotas seguidas, os dois times agora têm a mesma campanha.

Isso inclui gols marcados, apenas 3, e gols sofridos, 10. Ou seja, dividem a lanterna geral da terceirona. No entanto, a situação tricolor é mais dramática. No Grupo B, o Oeste está a 5 pontos do 8º colocado, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Em sua chave, o Santa viu a diferença aumentar de 6 para 7 pontos. Portanto, o time comandado por Roberto Fernandes já precisa de três rodadas com tudo dando certo para conseguir deixar o Z2.

Agora, restam nove rodadas, com o complicado returno pela frente. Pela enorme pressão da tabela, pela pressão política, mesmo com a chegada de um colegiado de ex-presidentes, e, sobretudo, pela falta de qualidade técnica. Essa é a verdadeira questão que vai deixando a situação virtualmente irreversível. Faltam 27 pontos para serem disputados e o clube pernambucano segue como uma das camisas mais pesadas da competição. Contudo, observando o futebol em campo, isso vem passando longe. Até aqui, o time é inofensivo.

Santa Cruz em 9 rodadas na Série C de 2021
Mandante (4 jogos, 2 pts e 16.6%): 0V, 2E e 2D
Visitante (5 jogos, 1 pt e 6.6%): 0V, 1E e 4D

Escalação do Botafogo-PB (melhor: Sávio)
Lucas, Yanno (Rogério), Felipe, Machado e Amaral (Luã Lúcio); Pablo, Gabriel Araújo (Tsunami) e Sávio; Esquerdinha, Juba (Marcos Aurélio) e Éderson. Técnico: Gerson Gusmão

Escalação do Santa Cruz (piores: Levi, Vitinho e Frank)
Jordan, Weriton, Victor Oliveira (Tarcísio), Wiliam Alves, Rafael Castro e Leonan; Maycon Lucas (Léo Gaúcho), Vitinho (Rone) e Rondinelly; Levi e Frank (Elias Carioca). Técnico: Roberto Fernandes

Histórico geral de Botafogo-PB x Santa Cruz (todos os mandos)
68 jogos
38 vitórias tricolores (55,8%)
14 empates (20,5%)
16 vitórias paraibanas (23,5%)

Leia mais sobre o assunto
Nordestão 2022 foi reformulado e preliminar ganhou mais 16 clubes; Santa ganhou vaga

A análise do Podcast 45 Minutos sobre a partida (do tempo 0h03 até 0h37):


Compartilhe!
  •  
  • 1
  •  
  •