Compartilhe!
  •  
  • 39
  •  
  •  

O Santa é uma das surpresas na reformulação. Ao todo, 16 clubes foram beneficiados em 2022.

Há três anos a Liga do Nordeste vinha estudando a ampliação da Copa do Nordeste, mas sem mexer na fase principal, com contratos firmados e calendário restrito. Ou seja, com 16 clubes e 12 datas. Portanto, a reformulação, grande, ocorreu na fase preliminar.

Criada em 2018 para enxugar a fase principal, de 20 para 16 clubes, a “Pré-Copa do Nordeste” agora será bem mais ampla. O número de participantes na seletiva triplicou, de 8 para 24. O blog apurou detalhes sobre a nova composição, que vale já para 2022 – ou seja, mudando o que já parecia certo.

Nesta ampliação em cima da hora, pois o novo regulamento deve ser publicado em poucos dias, visando a tabela da preliminar ainda em 2021, todos os nove estados da região foram contemplados com pelo menos uma vaga adicional. Assim, a representação mínima será de três equipes por unidade, sendo uma já na fase principal. Entretanto, o regulamento permite que uma só federação possa ter, em tese, até oito representantes (sendo dois já na fase principal). Em 2022, o máximo será de seis times de um mesmo estado. No caso, a Bahia.

Com a mudança, nomes tradicionais ganharam um lugar após ficarem de fora na lista original para 2022, como América (17ª participação) e Santa Cruz (16ª), que seriam os ex-campeões da Lampions ausentes – o alvirrubro potiguar ganhou em 1998 e o tricolor pernambucano levou em 2016. Além disso, pintaram estreantes como Central de Caruaru e Fluminense de Teresina.

A mudança não ocorreu na fase principal, tentando evitar críticas mais duras sobre “virada de mesa”. Afinal, ninguém perdeu a vaga nem o lugar onde estava. Porém, na minha opinião, esse tipo de mudança/ampliação, sendo anunciada hoje, só deveria valer de fato em 2023.

A seguir, a nova distribuição de vagas do Nordestão, com o aumento total de 20 para 36.

Vagas na fase principal (16 clubes, 12 pré-classificados e 4 da preliminar)
– 9 campeões estaduais
– 3 times via Ranking da CBF das três federações de melhor posição (atualmente, CE, BA e PE).

Vagas na fase preliminar (24 clubes, valendo 4 vagas na fase principal)
– 9 vice-campeões estaduais (em caso de vaga via ranking nas três federações acima, vai o 3º lugar)
– 3 vagas ao 3º lugar das três federações de melhor ranking (em caso de vaga acima, vai o 4º lugar)
– 9 vagas via Ranking da CBF, uma por estado (excetuando todos os times classificados acima)
– 3 melhores no Ranking da CBF sem distinção de estado (excetuando todos os classificados acima)

Abaixo, a lista completa de participantes da próxima edição do Nordestão, com 36 times somando todas as fases. Dividi a lista por estado. Entre parênteses, a origem classificatória, ou via título estadual ou via ranking (valendo só no estado ou pela lista geral, sem distinção; e com a respectiva posição), e a fase de entrada no torneio regional. Neste último caso, eis as legendas: G, fase de grupos; P2, 2ª fase da preliminar; P1, 1ª fase da preliminar.

ALAGOAS (3 times) – CSA (campeão AL; G), CRB (vice AL; 31º, P2) e ASA (ranking AL; 78º, P1)

BAHIA (6 times) – Atlético de Alagoinhas (campeão BA; G), Bahia (ranking BA; 11º, G), Vitória (ranking BA; 23º, P2), Bahia de Feira (vice BA; 103º, P1), Juazeirense (3º lugar BA; 81º, P1) e Jacuipense (ranking geral; 71º, P1)

CEARÁ (5 times) – Fortaleza (campeão CE; G), Ceará (ranking CE; 14º, G), Ferroviário (3º lugar CE; 57º, P2), Atlético (4º lugar CE; 119º, P1) e Floresta (ranking CE; 91º, P1)

MARANHÃO (3 times) – Sampaio Corrêa (campeão MA; G), Moto Club (vice MA; 67º, P1) e Imperatriz (ranking MA; 61º, P1)

PARAÍBA (4 times) – Campinense (campeão PB; G), Sousa (vice PB; 192º, P1), Botafogo (ranking PB; 49º, P2) e Treze (ranking geral; 65º, P1)

PERNAMBUCO (5 times) – Náutico (campeão PE; G), Sport (ranking PE; 20º, G), Salgueiro (3º lugar PE; 64º, P1), Santa Cruz (4º lugar PE; 41º, P2) e Central (ranking PE; 86, P1)

PIAUÍ (3 times) – Altos (campeão PI; G), Fluminense (vice PI; s/r, P1) e River (ranking PI; 77º, P2)

RIO GRANDE DO NORTE (3 times) – Globo (campeão RN; G), ABC (vice RN; 52º, P2) e América (ranking RN; 59º, P2)

SERGIPE (4 times) – Sergipe (campeão SE; G), Lagarto (vice SE; 209º, P1), Confiança (ranking SE; 47º, P2) e Itabaiana (ranking geral; 73º, P1)

Agora, os detalhes do novo regulamento da Copa do Nordeste, definidos numa reunião da Liga do Nordeste via videoconferência, em 24 de julho, de acordo com a federação cearense, a primeira entidade a se manifestar publicamente sobre o assunto. Vale frisar que a lista acima foi obtida pelo blog antes disso, faltando, então, a confirmação oficial da direção da CBF.

Fórmula da fase preliminar (Pré-Copa do Nordeste)
A etapa preliminar segue oferecendo quatro vagas à fase principal, mas agora é mais ampla, sendo mais interessante – desconsiderando a pressa em impor o formato. Foram quatro edições seguidas tendo apenas oito clubes divididos em quatro mata-matas de ida e volta, com os vencedores avançando diretamente à fase de grupos. Agora são 24 times, com três fases eliminatórias distintas. Em todas essas fases os duelos serão definidos em sorteios dirigidos, com dois potes. Vamos lá.

1ª fase
Os 16 piores ranqueados entre aqueles presentes na preliminar serão sorteados em oito confrontos com jogos únicos, com mando para os times de melhor ranking. Em caso de empate, pênaltis.

2ª fase
Os oito classificados se juntam aos oito times mais bem ranqueados entre todos os presentes na preliminar. Novamente, oito confrontos em jogos únicos, com mando de campo para os oito times previamente assegurados na 2ª fase. Em caso de empate, pênaltis.

3ª fase
Enfim, o mata-mata valendo vaga no Nordestão de fatto. Esta etapa repete o modelo utilizado de 2018 a 2021, com os oito times divididos em quatro confrontos, sendo a única preliminar com jogos de ida e volta, com o mando da segunda partida ao melhor ranqueado.

Fórmula da fase principal (a “Copa do Nordeste”)
O regulamento do Nordestão para a etapa principal será o mesmo pela 4ª vez seguida. No caso, os 16 times serão divididos em dois grupos de oito, com oito rodadas na primeira fase – os times do Grupo A enfrentam os times do Grupo B. Avançam os quatro melhores de cada chave, compondo o mata-mata, com quartas de final (jogo único), semifinal (jogo único) e final (ida e volta). A fase principal será composta por doze pré-classificados e pelos quatro clubes oriundos da preliminar. Considerando a pirâmide do torneio, a fase de grupos corresponde à “4ª fase”.

Leia mais sobre o assunto
Com buscada histórica, Bahia broca o Ceará no Castelão e vira, enfim, tetra do Nordeste

O ranking de pontos da Copa do Nordeste, com 58 clubes e 1,2 mil jogos de 1994 a 2021

Top 50: O Ranking Nacional da CBF tem 12 clubes do Nordeste em 2021; Bahia em 11º


Compartilhe!
  •  
  • 39
  •  
  •