Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

A transmissão da Globo durante a festa do 23º título dos alvirrubros. Imagem: Globo/reprodução.

A audiência da decisão do Campeonato Pernambucano de 2021 foi uma das maiores já registradas no futebol pernambucano. Entre os jogos com dados divulgados, o triunfo do Náutico sobre o Sport aparece em 7º lugar, com 44 pontos – até hoje, apenas 14 jogos passaram de 40 pontos em PE. Cada ponto na medição do Ibope corresponde a 1% da população na respectiva praça.

No caso, 44% do Grande Recife. Ou seja, considerando o quadro atual de telespectadores em potencial, de 3,757 mi, foram 1,653 milhão de pessoas sintonizadas na Rede Globo, que contou com a narração de Rembrandt Júnior e comentários de Cabral Neto e Júnior. Na ida, a audiência média havia sido de 30 pontos. Portanto, um aumento de 525 mil telespectadores na volta. E tem mais.

O pico de audiência na TV da primeira partida foi de 35 pontos. Nas duas horas, aquele jogo seguiu uma audiência (alta) sem tanta variação. Nos Aflitos, porém, a disputa terminou nos pênaltis, após o empate em 1 x 1 com gols nos minutos finais. A extensão da programação levou o jogo a 53,5 pontos, segundo apuração do blog. Trata-se de um número massivo em qualquer cenário, num “Padrão Copa do Mundo”. Só como exemplo do que significam tantos pontos assim, o jogo entre Brasil e Bélgica, nas quartas de 2018, teve uma média de 53,7.

Na história do Clássico dos Clássicos, entre os dados já levantados pelo blog, este jogo em 23 de maio de 2021 é o 2º maior em termos de audiência televisiva. Superou as finais de 2014 (43,3) e 2019 (42,5), ficando só abaixo da decisão de 2010, com 51 pontos, que é, por sinal, a maior audiência numa final do Estadual – na lista geral, só abaixo da estreia do Sport na Libertadores de 2009, com média de 57 pontos. Sobre o Pernambucano de 2021, a Globo Nordeste exibiu em sinal aberto os seis clássicos envolvendo Náutico, Santa e Sport. Nos cinco anteriores, a média estava em 26,3. Acrescentando a finalíssima, o dado nesses jogos saltou para 29,3 pontos. Obviamente, o índice também influenciou na média das finais.

Histórico local e continuidade na TV
Considerando um recorte contínuo, o levantamento conta com as últimas seis finais, tanto na ida quanto na volta. Ambas acima de 30 pontos, com o segundo quadro em quase 40. O torneio pode ter perdido valor nos últimos anos, a partir da mudança na estrutura do futebol brasileiro, mas a rivalidade na reta decisiva ainda para uma cidade como o Recife. Por isso, obviamente sou contra o fim dos Estaduais. Mesmo com a redução, a definição do campeão precisa fazer parte do futebol. Até porque enquanto houver uma audiência assim haverá interesse. E a Globo já exibe o torneio local há 22 anos, com o atual contrato assinado até 2022 – e R$ 1 milhão pra cada grande.

Leia mais sobre o assunto
As maiores audiências do futebol pernambucano, todas acima de 40 pontos na televisão

Com emoção, com Kieza e nos Aflitos. O Náutico derruba o Sport e leva título histórico no PE

As audiências médias dos seis clássicos no Pernambucano 2021
1º) 23/05/2021 – 44,0 pts – Náutico (5) 1 x 1 (3) Sport (final, volta)
2º) 16/05/2021 – 30,0 pts – Sport 1 x 1 Náutico (final, ida)
3º) 14/03/2021 – 28,0 pts – Santa Cruz 1 x 1 Sport (turno)
3º) 18/04/2021 – 28,0 pts – Náutico 2 x 1 Santa Cruz (turno)
5º) 02/05/2021 – 24,4 pts – Sport 3 x 0 Náutico (turno)
6º) 09/05/2021 – 21,5 pts – Náutico 2 x 1 Santa Cruz (semifinal)
A média dos clássicos: 29,3 pontos no Grande Recife

A seguir, as audiências médias das últimas seis finais do Estadual, todas na Globo NE.

Jogos de ida da final do Pernambucano
2016 – 45,0 pts – Santa Cruz 1 x 0 Sport (04/05, quarta)
2017 – 34,3 pts – Sport 1 x 1 Salgueiro (07/05, domingo)
2018 – 27,8 pts – Central 0 x 0 Náutico (01/04, domingo)
2019 – 35,5 pts – Náutico 0 x 1 Sport (14/04, domingo)
2020 – 24,7 pts – Salgueiro 1 x 1 Santa Cruz (02/08, domingo)
2021 – 30,0 pts – Sport 1 x 1 Náutico (16/05, domingo)
A média na ida: 32,8 pontos no Grande Recife

Jogos de volta da final do Pernambucano
2016 – 41,0 pts – Sport 0 x 0 Santa Cruz* (08/05, domingo)
2017 – 41,9 pts – Salgueiro 0 x 1 Sport* (28/06, quarta)
2018 – 35,8 pts – Náutico* 2 x 1 Central (08/04, domingo)
2019 – 42,5 pts – Sport* (4) 1 x 2 (3) Náutico (21/04, domingo)
2020 – 33,3 pts – Santa Cruz (3) 0 x 0 (4) Salgueiro* (05/08, quarta)
2021 – 44,0 pts – Náutico* (5) 1 x 1 (3) Sport (23/05, domingo)
A média na volta: 39,7 pontos no Grande Recife
* O clube campeão


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •