Compartilhe!
  •  
  • 20
  •  
  •  

A pioneira versão da tabela da 107ª edição da principal competição de futebol no estado.

O conselho arbitral do Campeonato Pernambucano de 2021 aconteceu em 7 de janeiro, na sede da FPF. Lá, os dirigentes dos dez clubes acordaram a manutenção da fórmula, com um turno classificatório na primeira fase. Portanto, ficou a expectativa sobre a tabela, cuja primeira versão foi publicada no site oficial da entidade no dia seguinte, na nova aba para os torneios de “2021”.

Porém, a publicação foi meramente protocolar, não tendo qualquer informação relevante. Zero. O arquivo em PDF, de duas páginas (veja abaixo), apenas cumpre um rito organizacional, embora o limite de publicação faltando no máximo 60 dias para o início dos jogos já tenha expirado há tempos, pois o Estadual deve começar em 28 de fevereiro. É o que diz o Artigo 9º do Estatuto do Torcedor: “É direito do torcedor que o regulamento, as tabelas da competição e o nome do ouvidor da competição sejam divulgados até sessenta dias antes de seu início”.

A tabela e o ouvidor (Bruno Loureiro, este divulgado em 11/01) já foram divulgados, faltando a publicação do regulamento, já definido. Na prática, como a FPF já argumentou em outras edições, a tabela pode ser modificada faltando até dez dias. Nesses casos, com um ajuste no horário ou uma troca de estádio. Neste caso aqui, a modificação será absoluta. Todos os 45 jogos da primeira fase contam com “a definir” em todas as opções: data, time mandante, time visitante, estádio e cidade. Ao todo, “a definir” aparece nada menos que 225 vezes.

É necessário considerar o entrave provocado pela pandemia, além de reconhecer que obviamente a tabela básica, com a ordem dos jogos, e a tabela detalhada, com todas as informações (incluindo as transmissões), serão divulgadas em breve. Entretanto, esta versão “1.0”, como diz o próprio arquivo, é um registro que depõe contra. À própria lei, facilmente contornada, e à competição, com um oficio qualquer sendo válido para algo (o que?!).

Leia mais sobre o assunto
Clubes vetam mudança e Pernambucano 2021 terá turno e mata-mata com 6 times

As 76 taxas no cartório da FPF para 2021. Valores vão de R$ 10 a R$ 826 mil

Abaixo, o print da tabela original. Para conferir a íntegra do documento, clique aqui.


Compartilhe!
  •  
  • 20
  •  
  •