Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

O troféu na mira de Náutico e Sport nesta 107ª edição do PE. Fotos: Marcelo Bandeira/FPF.

O Clássico dos Clássicos em 23 de maio, nos Aflitos, decide o título do campeonato estadual de 2021. Em busca do 23º título, o timbu recebe a decisão nos Aflitos após 46 anos. Já o leão tenta a 43ª taça. Curiosamente, o arquirrival venceu última final em Rosa e Silva.

Após o empate em 1 x 1 no jogo de ida de decisão, na Arena Pernambuco, o cenário segue totalmente aberto. Em caso de novo empate na volta, pênaltis – como ocorreu em 2019. Na prévia da partida neste fim de semana, a FPF apresentou as premiações oficiais. No caso, o troféu de campeão, as medalhas douradas, um prêmio para o artilheiro e a bola especial para a última partida. Confira abaixo.

Leia mais sobre o assunto
Náutico e Sport decidem o Estadual pela 19ª vez. Em 2021, tabu histórico em jogo

Após 46 anos, a final do Pernambucano volta para os Aflitos. É a 16ª vez na história

Troféu de campeão
Pela 4ª vez, a ideia de um “troféu fixo” no Campeonato Pernambucano foi deixada de lado. A primeira tentativa foi em 2013, mas durou só um ano. Depois, em 2016/2017 e 2018/2019, com duas edições em cada oportunidade. Em 2020, na conquista do Salgueiro, foi instituída uma versão encomendada junto a um escritório de design. Contudo, a peça já foi ignorada. Agora, o novo troféu remete ao estilo da década de 1960, com o modelo clássico de “taça”, toda prateada. Gostou?

As medalhas para os jogadores e comissão técnica
O modelo exclusivo das medalhas douradas foi criado pela FPF em 2016, com mudanças sutis até 2020. Desta vez, em 2021, o formato mudou de fato, deixando o estilo de “distintivo” para uma versão “quadrada”, além de acrescentar o slogan da federação pernambucana no verso: “compromisso com a modernidade”. Pelo material de divulgação, não haverá medalha de prata.

Chuteira de Ouro
O prêmio para o goleador máximo do Estadual deste ano deve ficar mesmo nos Aflitos. Afinal, os três principais artilheiros da competição são alvirrubros: os atacantes Kieza (9 gols), Erick (5) e Vinícius (5). No Sport, o principal nome é o centroavante Mikael, com apenas 4 gols.

A bola exclusiva para a decisão
A Penalty fornece a bola oficial do Campeonato Pernambucano desde 2008. Ou seja, chegou a 14 edições consecutivas em 2021. Para a finalíssima, uma bola estilizada com os escudos dos dois clubes e a data da partida – abaixo, a versão do jogo ida (a da volta ainda não saiu).


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •