Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Neymar abriu o placar ainda no 1T no Defensores del Chaco. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

Após 35 anos, a Seleção Brasileira voltou a vencer o Paraguai em Assunção. Era o tabu mais antigo do país em jogos oficiais no continente. E a vitória por 2 x 0 manteve o time verde e amarelo com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias da Copa de 2022.

Na seletiva sul-americana, o país tem seis vitórias em seis jogos, já com dez pontos de vantagem sobre o 5º lugar, o primeiro time fora da zona de classificação direta à edição no Catar. Os gols foram de Neymar e Lucas Paquetá, concluindo uma jogada do camisa 10. Já o gol do astro da Seleção, anotado com apenas quatro minutos de bola rolando, valeu mais uma marca ao atacante do PSG.

Foi o 11º gol de Neymar nas Eliminatórias da Copa do Mundo, sendo seis para 2018 e cinco para 2022. Assim, igualou-se a Zico e Romário no topo da artilharia do país na disputa. Neymar, porém, precisou de mais jogos. Foram 18, com média de 0,61. Zico fez 11 jogos, com o índice 1/1. Já o Baixinho precisou de apenas 8 partidas, estabelecendo uma média de 1,37.

A tendência é que essa marca de 11 gols fique bem para trás, até porque ainda faltam doze rodadas nas Eliminatórias. Além desta liderança isolada, Neymar, hoje com 29 anos, deve seguir a busca sobre o maior número de gols na história da Canarinha. Na lista oficial, que considera apenas país vs país, o jogador está a 11 gols de Pelé. Já na lista absoluta, na qual acabou de empatar com Zico na 3ª posição, ainda faltam 29 gols para o topo. Não duvide…

Os 10 maiores artilheiros da Seleção Brasileira (lista oficial)*
1º) 77 gols – Pelé (92 jogos; média de 0.83)
2º) 66 gols – Neymar (105 jogos; 0.62)
3º) 62 gols – Ronaldo (99 jogos; 0.62)
4º) 55 gols – Romário (70 jogos; 0.78)
5º) 48 gols – Zico (71 jogos; 0.67)
6º) 39 gols – Bebeto (75 jogos; 0.52)
7º) 35 gols – Rivaldo (74 jogos; 0.47)
8º) 33 gols – Jairzinho (81 jogos; 0.40)
8º) 33 gols – Ronaldinho Gaúcho (97 jogos; 0.34)
10º) 32 gols – Ademir Menezes (39 jogos; 0.82)
10º) 32 gols – Tostão (54 jogos; 0.59)
* Jogos contra seleções nacionais da categoria principal

Os 10 maiores artilheiros da Seleção Brasileira (lista absoluta)*
1º) 95 gols – Pelé (114 jogos; média de 0.83)
2º) 67 gols – Ronaldo (105 jogos; 0.63)
3º) 66 gols – Zico (89 jogos; 0.74)
3º) 66 gols – Neymar (105 jogos; 0.62)
5º) 56 gols – Romário (74 jogos; 0.75)
6º) 44 gols – Jairzinho (102 jogos; 0.43)
7º) 43 gols – Rivellino (121 jogos; 0.35)
8º) 42 gols – Bebeto (82 jogos; 0.51)
9º) 38 gols – Leônidas da Silva (38 jogos; 1.00)
10º) 37 gols – Tostão (65 jogos; 0.56)
* Jogos contra seleções nacionais (oficiais) e contra clubes e combinados (não oficiais)

Brasil de Tite, de 09/2016 a 06/2021
54 jogos* (38 sem sofrer gols)
40 vitórias
10 empates
4 derrotas
115 GP e 19 GC
80,2% de aproveitamento
* Pós-Mundial 2018 (28 jogos): 20V, 6E e 2D

Leia mais sobre o assunto
A tabela da inesperada Copa América no Brasil, com foco no Centro-Oeste e Rio de Janeiro

TV: O 1º jogo do Brasil em 2021 cravou 25,2 pontos no Ibope e igualou a estreia de 2020


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •