Compartilhe!

A celebração de um ano histórico, com 52.552 pessoas no Castelão. Foto: Fortaleza/twitter.

O Fortaleza foi o melhor time do Nordeste em 2019. O melhor em tantas nuances que o desempenho já pode ser apontado como um dos mais significativos da região em muito tempo. Na última rodada da Série A, o leão do pici venceu o “confronto direto” contra o Bahia, por 2 x 1, com gols de Osvaldo e Tinga, e terminou em 9º lugar.

Foi a melhor colocação do clube desde o início da principal competição nacional, em 1971 – e a região não emplacava um time no top ten há quatro anos. Levando em conta a era unificada, na qual o tricolor soma dois vice-campeonatos nacionais, através da Taça Brasil, a última campanha entre os dez primeiros havia sido em 1968. Há 51 anos!

É mais um detalhe para encerrar um ano iniciado com o título estadual valorizado pelo centenário do Clássico-Rei (e com os dois rivais na primeira divisão), seguido com a inédita conquista da Copa do Nordeste e a também inédita classificação à Sul-Americana, garantindo o primeiro jogo oficial do Fortaleza fora do país, além da jornada no Campeonato Brasileiro. Consequência de um trabalho incrível de Rogério Ceni (que poderia ter sido até maior caso não tivesse intercalado com o Cruzeiro) e com os gols de Wellington Paulista, 13 ao todo.

Ah, e ainda teve o Castelão pulsando do início ao fim da Série A, registrando uma média de quase 33 mil torcedores, só abaixo do campeão Flamengo, com 59 mil. Parabéns ao Fortaleza pelo desempenho em 2019, obtido num ano com orçamento de R$ 56,7 milhões, abaixo de quase todos os concorrentes. Organização, paixão e resultados expressivos. Decolou…

Fortaleza no top ten do Brasileirão (1959-2019)
1960 – 2º lugar (Taça Brasil)
1961 – 6º lugar (Taça Brasil)
1965 – 6º lugar (Taça Brasil
1968 – 2º lugar (Taça Brasil)
2019 – 9º lugar (Série A)

Abaixo, o ranking de campanhas nordestinas entre os dez primeiros no Brasileirão a partir de 1971, o que deixa ainda mais evidente a relevância do 9º lugar do Fortaleza, com 15V, 8E e 15D – com uma crescente na reta final, sem derrota nas últimas sete rodadas, com 5V e 2E.

As 33 campanhas do NE entre os 10 primeiros (1971-2019)
1º) Sport (11x) – 1º (87), 5º (85/00), 6º (15), 7º (88/98), 8º (78/83), 9º (82) e 10º (81/96)
2º) Vitória (9x) – 2º (93), 3º (99), 5º (13) 8º (74/79), 9º (97) e 10º (73/02/08)
3º) Bahia (7x) – 1º (88), 4º (90), 5º (86), 7º (78/94) e 8º (76/01)
4º) Santa Cruz (3x) – 4º (75), 5º (78) e 10º (77)
5º) Náutico (1x) – 6º (84)
5º) Ceará (1x) – 7º (85)
5º) Fortaleza (1x) – 9º (19)

As 3 campanhas do NE entre os 10 primeiros nos pontos corridos (2003-2019)
1º) Vitória (2x) – 5º (13) e 10º (08)
2º) Sport (1x) – 6º (15)
2º) Fortaleza (1x) – 9º (19)

Leia mais sobre o assunto
As melhores campanhas dos clubes do Nordeste no Brasileirão (1959/2019)

Fortaleza e Bahia na Sul-Americana de 2020. Nordeste chega a 21 campanhas


Compartilhe!