Compartilhe!

Gilberto com a orelhuda e a chuteira de ouro. E ganhou outro troféu. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

Campeão, artilheiro e craque da competição. Aos 31 anos, o atacante Gilberto viveu o seu grande momento no futebol nordestino na Lampions de 2021. Vestindo a camisa do Bahia, marcou 8 gols e liderou a lista de goleadores, repetindo o feito de 2019. Desta vez, mais feliz. Até porque um desses gols ocorreu na decisão, no Castelão, ajudando o tricolor a reverte a situação diante do Ceará, com a taça confirmada nos pênaltis.

A eleição do melhor jogador do torneio aconteceu através do voto popular, no perfil oficial da Copa do Nordeste no Twitter, com 7.170 votos contabilizados durante 24 horas. O “G9” teve 64,4% dos votos, com o atacante atacante Samuel, do Vitória, em 2º, com 17,9%, e com o goleiro Richard, do Ceará, em 3º, com 17,7%.

No Bahia desde 2018, o centroavante revelado pelo tricolor pernambucano vem alimentando uma estatística considerável. No Nordestão, já é o 3º maior goleador, com 22 gols, sendo 20 pelo Bahia e 2 pelo Santa Cruz – Cristiano Alagoano, o recordista, fez 25 entre 2001 e 2010. Já na Série A, num desafio técnico bem maior, Gilberto soma 31 gols em três campanhas pelo Baêa, já sendo o segundo maior goleador do clube na história do Campeonato Brasileiro.

Esta é a segunda vez que um jogador do Bahia ganha o maior prêmio individual do torneio, mesmo com o clube sendo tetracampeão. Embora o Nordestão conte com 18 edições oficiais, as premiações começaram apenas em 2013. Portanto, esta foi a 9ª vez. Em todas, o clube campeão também teve o craque. O nome tricolor eleito anteriormente havia sido o meia Régis, na campanha do tri, em 2017. Curiosamente, também foi o artilheiro, com 6 gols.

Curiosidade
Ao todo, 52 jogadores diferentes receberam o troféu “Craque do Jogo” durante a Copa do Nordeste de 2021. Neste caso numa escolha popular após as indicações nos jogos da equipe do Nordeste FC, responsável pelo pay-per-view. Deste total, apenas 13 foram premiados mais de uma vez, com Gilberto sendo escolhido em 3 jogos. O recordista foi Samuel, do rival rubro-negro, com 5 troféus.

Os craques do Nordestão*
2013 – Bismarck (meia do Campinense)
2014 – Neto Baiano (atacante do Sport)
2015 – Ricardinho (meia do Ceará)
2016 – Grafite (atacante do Santa Cruz)
2017 – Régis (meia do Bahia)
2018 – Andrey (goleiro do Sampaio Corrêa)
2019 – Edinho (atacante do Fortaleza)
2020 – Vinícius (meia do Ceará)
2021 – Gilberto (atacante do Bahia)
* Desde a volta ao calendário oficial

Nº de premiações para Craque do NE de 2013 a 2021 (9 prêmios; 7 clubes)
1º) 2x – Bahia e Ceará
3º) 1x – Campinense, Fortaleza, Sampaio Corrêa, Santa Cruz e Sport

Abaixo, um vídeo com os melhores momentos do pódio dos melhores do NE 2021.

Leia mais sobre o assunto
Com buscada histórica, Bahia broca o Ceará no Castelão e vira, enfim, tetra do Nordeste

A seleção do Nordestão 2021, com 7 jogadores do Bahia, 3 do Ceará e 1 do Confiança

Os destaques individuais eleitos nas 72 partidas da Copa do Nordeste de 2021


Compartilhe!