Compartilhe!

O Flamengo tem 25,7 milhões de torcedores e 6 milhões de simpatizante, sendo 700 mil no G7.

Embora represente apenas 19% de toda a sua torcida, o Flamengo tem 6 milhões de simpatizantes. Ou seja, pessoas que escolheram o clube como “segunda opção”. Segundo a pesquisa DNA Torcedor 2017, a última elaborada pelo Ibope-Repucom, existem 41 milhões de brasileiros que torcem por mais de um clube, ou 1/4 de toda a população a partir de 16 anos, o perfil estudado. Com os dados apresentados a conta-gotas, volto a abordar mais um ponto, com os torcedores dos principais clubes nordestinos que também têm simpatia pelo Fla. E o cenário é surpreendente.

Antes disso, vale destacar que a maior parcela de simpatizantes do Flamengo está no próprio eixo Rio-SP, bem na torcida do Corinthians, representando 30% – e ocorre o mesmo no inverso, com 38% dos simpatizantes corintianos tendo o Fla como “primeira opção”. Curiosamente, isso dá aproximadamente o mesmo dado para cada um, com 1,8 milhão de “mistos”. Ou seja, existem 3,6 milhões de pessoas que torcem por Flamengo/Corinthians ou por Corinthians/Flamengo. No Nordeste, o cenário dividido já é conhecido em parte, com os maiores clubes engajados em manter a fidelidade como “primeira opção” – com o passo seguinte sendo a transformação em “única opção”. Na prática, porém, todos os clubes do país tem simpatizantes, conforme dados já divulgados pelo diretor do instituto, José Colagrossi.

Considerando o dado exato presente na pesquisa, o Flamengo teria 6.010.152 de simpatizantes. Numa análise do G7 do Nordeste, o clube com mais torcedores simpáticos ao rubro-negro carioca é o rubro-negro baiano. O Vitória não só detém o maior dado, com 292 mil, quase 5% dos simpatizantes do Fla, como também tem o maior percentual interno – quase 1/4 de seus torcedores, aqueles que escolheram o leão de Salvador como “primeira opção”, indicaram o time da Gávea como “segunda opção”. Entre os dados (confira abaixo), o mais curioso na minha opinião é o do Sport, obviamente pelo imbróglio envolvendo o Campeonato Brasileiro de 1987 – conquistado pelo leão do Recife e pleiteado pelo Fla.

De acordo com o levantamento, 132.968 pessoas torcem pelo Sport e simpatizam com o Flamengo – o cenário inverso, caso exista, ainda não foi divulgado. Isso dá quase 7% de todos os torcedores do Sport. Sem a planilha de região e faixa etária fica difícil achar a resposta, mas, apenas como pitaco, eu apontaria as regiões mais distantes da capital e uma idade mais avançada, anterior a qualquer polêmica entre os clubes – afinal, o alinhamento de cores pode ser a mesma explicação aplicada ao Vitória. Os percentuais de simpatizantes do Fla entre os clubes do NE são os seguintes: 5% Vitória, 3% Ceará, 2% Sport, 1% Santa Cruz e 0,5% Bahia. Os percentuais de Fortaleza e Náutico, ainda não divulgados, são menores que o do Bahia.

Eis a base da pesquisa DNA Torcedor 2017 (população até 16 anos)*
159,7 milhões, o total de brasileiros
110,4 milhões, o nº de pessoas que torcem por algum clube (69,1% do total)
41,4 milhões, o nº de pessoas que têm simpatia por um 2º clube (37,5% da torcida e 25,9% do total)
* Via Ibope-Repucom

A quantidade de simpatizantes ao Flamengo (e o impacto disso na respectiva torcida)
1,8 milhão do Corinthians (ou 8,5% dos 21,0 milhões de corintianos)
292 mil do Vitória (23,9% de 1,22 mi)
186 mil do Ceará (15,2% de 1,22 mi)
132 mil do Sport (6,9% de 1,89 mi)
53 mil do Santa Cruz (5,0% de 1,06 mi)
26 mil do Bahia (1,4% de 1,78 mi)

Os clubes brasileiros com mais simpatizantes (2ª opção em qualquer clube)
1º) Flamengo (6,0 milhões; ou 19% do total do clube, com torcedores + simpatizantes)
2º) Corinthians (4,8 milhões; 18%)
3º) Palmeiras (3,4 milhões; 25%)
4º) São Paulo (3,3 milhões; 23%)
5º) Santos (2,0 milhões; 34%)
6º) Vasco (1,7 milhão; 21%)
7º) Botafogo (1,46 milhão; 45%)
8º) Bahia (1,41 milhão; 44%)
9º) Fluminense (1,3 milhão; 41%)
10º) Chapecoense (1,22 milhão; 77%)
11º) Atlético-MG (1,2 milhão; 26%)
11º) Cruzeiro (1,2 milhão; 24%)
13º) Sport (820 mil; 30%)
14º) Grêmio (700 mil; 14%)
15º) Ceará (640 mil; 36%)
15º) Vitória (640 mil; 34%)
17º) Internacional (600 mil; 14%)
18º) Santa Cruz (590 mil; 35%)
19º) Paysandu (480 mil; 50%)
20º) Athletico-PR (450 mil; 35%)
21º) Goiás (425 mil; 59%)
22º) América-MG (346 mil; 93%)
22º) Fortaleza (346 mil; 46%)
24º) Brasil-RS (319 mil; 71%)
24º) Remo (319 mil; 46%)
26º) Londrina (239 mil; 90%)
27º) Botafogo-PB (213 mil; 53%)
27º) Botafogo-SP (213 mil; 73%)
27º) Ponte Preta (213 mil; 80%)
27º) Vila Nova (213 mil; 62%)
31º) CRB (186 mil; 70%)
32º) Figueirense (160 mil; 50%)
33º) Paraná (134 mil; 56%)
34º) ABC (133 mil; 50%)
35º) Náutico (106 mil; 27%)
36º) Coritiba (80 mil; 20%)

O cenário inverso, com simpatia ao Nordeste (atualização em 26/05)
O diretor do Ibope-Repucom informou o quadro do Bahia, que tem 1.409.460 simpatizantes. Deste total, 30% vem do Flamengo, com 425 mil torcedores colocando o tricolor de Salvador como segunda opção – isso corresponde a 1,6% da torcida do Fla. Ou seja, existem 451 mil pessoas que gostam dos dois clubes, à parte da ordem. Na sequência de simpatizantes do Baêa vêm Corinthians (265 mil, 19%), Vasco (239 mil, 17%), São Paulo (132 mil, 9%) e Palmeiras (106 mil, 8%).

A opinião de José Colagrossi sobre o NE
“Clubes como Bahia, Vitória, Sport, Ceará, Fortaleza, Santa Cruz, Náutico, ABC, América-RN e Botafogo-PB não podem desistir de torcedores que vivem fora das regiões metropolitanas. Mesmo como simpatizantes, são extremamente importantes. Simpatia é melhor do que indiferença”.

Leia mais sobre o assunto
A composição entre torcedores e mistos. Pesquisa com 7 nordestinos, via Ibope-Repucom

A pesquisa “secreta” do Ibope em 2017 aponta 110 milhões de torcedores a partir de 16 anos


Compartilhe!