Compartilhe!

Todos com a Nota em 2022

Um trecho da nota do governo publicada no Diário Oficial. No fim do post, a íntegra do texto.

Já sancionado e agora com o investimento total revelado. A volta da campanha “Todos com a Nota”, através do governo de Pernambuco, tem um valor de R$ 8,7 milhões, com uso liberado até 31 de dezembro de 2022, o último dia da atual gestão de Paulo Câmara – que havia paralisado o TCN em 2015 e retomado a ideia em maio. A cifra precisa é de R$ 8.777.947, mas não será necessariamente destinada para os clubes.

Segundo a nota no Diário Oficial do Estado, publicada em 19 de julho e que confirmou o aporte, a contratação visa a execução das atividades no que se refere aos repasses aos clubes (veja os números após o texto), dos valores correspondentes aos ingressos efetivamente trocados e as atividades relacionadas ao cadastro de interessados e à reserva e troca de ingressos dos jogos de futebol. Ou seja, divisão entre repasses e custo da operação, que será feita pela FPF, oficialmente contratada para executar a ação.

O TCN será implantado no Campeonato Brasileiro, tendo hoje cinco clubes do estado na disputa, sendo 2 na Série B e 3 na Série D. Inclusive, os valores pagos nos ingressos serão diferenciados, com R$ 35 na 2ª divisão e dois níveis na 4ª divisão, R$ 30 (Santa) e R$ 25 (Retrô e Afogados). E as cargas de bilhetes também serão diferenciadas nos estádios, com o Arruda tendo o maior espaço, com 15 mil lugares. Por este motivo, o Santa Cruz poderá arrecadar muito mais num jogo, chegando a R$ 450 mil. Já Sport e Náutico receberão até R$ 210 mil. No entanto, vale a ressalva que os clubes poderão, em caso de demanda, aumentar a carga.

Repasse tem garantia maior na Ilha e nos Aflitos

Além disso, rubro-negros e alvirrubros terão mais partidas até fim do ano, com o returno inteiro pela frente, dando mais convicção sobre a verba. Hoje, o Santa só tem a garantia de um jogo, a “ida” da segunda fase do BR. Caso o tricolor siga avançando no mata-mata, o trio de ferro receberá um valor final semelhante, oscilando entre cerca de R$ 1,9 mi e R$ 2,2 mi. Somando ainda com as rendas subsidiadas de Retrô e Afogados, que também se classificaram, o valor máximo aos clubes locais seria de R$ 6,49 milhões, ou 73,9% do investimento estatal na campanha. A seguir, o detalhamento de quanto o quinteto vai ganhar no TCN. Em relação ao cadastro para participar da campanha, via aplicativo oficial, saiba no link abaixo.

Em tempo: o objetivo dos organizadores é cadastrar cerca de 400 mil pessoas até dezembro.

Leia mais sobre o assunto
Volta do Todos com a Nota substitui cartão por aplicativo. E com divisão por torcida

No fim do mandato, Paulo Câmara sinaliza volta do Todos com a Nota em PE

Sport na Série B 2022
Total de jogos na Ilha do Retiro: 10
Ingressos promocionais por jogo: 6 mil
Valor unitário pago pelo governo: R$ 35
Projeção de arrecadação máxima: R$ 2,1 milhões

Náutico na Série B 2022
Total de jogos nos Aflitos: 9
Ingressos promocionais por jogo: 6 mil
Valor unitário pago pelo governo: R$ 35
Projeção de arrecadação máxima: R$ 1,89 milhão

Santa Cruz na Série D 2022
Total de jogos no Arruda: de 1 a 5
Ingressos promocionais por jogo: 15 mil
Valor unitário pago pelo governo: R$ 30
Projeção de arrecadação máxima: R$ 2,25 milhões

Retrô na Série D 2022
Total de jogos na Arena PE: de 1 a 5
Ingressos promocionais por jogo: 1 mil
Valor unitário pago pelo governo: R$ 25
Projeção de arrecadação máxima: R$ 125 mil

Afogados na Série D 2022
Total de jogos no Vianão: de 1 a 5
Ingressos promocionais por jogo: 1 mil
Valor unitário pago pelo governo: R$ 25
Projeção de arrecadação máxima: R$ 125 mil

Abaixo, a íntegra da nota de investimento do Governo de Pernambuco no Todos com a Nota.

Todos com a Nota em 2022


Compartilhe!