Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

A situação atual dos oito estádios inscritos no Pernambucano de 2020. Crédito: FPF/site oficial.

A quarentena obrigatória em cinco cidades da Região Metropolitana do Recife durou 2 semanas, entre os dias 16 e 31 de maio. Em junho, o estado de Pernambuco volta a adotar o isolamento social como medida de prevenção ao Coronavírus, mantendo apenas as atividades essenciais abertas. O que ainda não se aplica ao futebol, apesar da costura de um protocolo de segurança para a volta dos jogos. E um dos pontos deste protocolo refere-se à ausência de público, com jogos de portões fechados. Ou seja, apenas as pessoas envolvidas na realização da partida, cerca de 200, poderão entrar no estádio. Na prática, dificilmente seria diferente disso.

Afinal, dos oito estádios inscritos no campeonato, quatro já estão com laudos técnicos vencidos. Curiosamente, os palcos particulares, pertencentes a Santa, Sport, Náutico e Central. Vale pontuar que esses estádios seguem liberados, mas com uma restrição, a mesma nos quatro casos: “ausência de público nos jogos profissionais”. No entorno da capital, apenas a Arena Pernambuco segue rigorosamente liberada – até 2021, diga-se. Sem a vacina, o cenário do futebol, quando (?) voltar, tende a ser o mesmo já aplicado em algumas ligas no exterior, como a Bundesliga. Mesmo com menos casos, a Alemanha vetou a presença da torcida.

Até o reinício os laudos podem ser retomados, apesar da dificuldade natural para promover novas vistorias. De toda forma, a FPF enxerga que “não haverá problema”, justamente devido à estimativa sem público. O fato é que já há uma restrição. Vale ficar o alerta sobre às outras.

Obs 1 – Para a liberação completa, um estádio de futebol profissional no Brasil precisa de quatro laudos técnicos em dia. São eles: prevenção e combate a incêndio (via Bombeiros), condições sanitárias e de higiene (via Vigilância Sanitária do município), Engenharia (via engenheiro ligado ao Crea, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e Segurança (via Polícia Militar).

Obs 2 – O Estadual de 2020 foi suspenso, devido à pandemia, em 16 de março. Faltam 17 dos 57 jogos. Em relação às datas, são necessárias cinco datas para concluir a competição, que já tem Santa e Salgueiros assegurados na semifinal, com os demais brigando por um lugar nas quartas.

Laudos técnicos em aberto em 31/05/2020 (lista a partir do primeiro vencimento)
Lacerdão (Central e Decisão) – 1x, Bombeiros (18/03)
Arruda (Santa Cruz) – 2x, PM (02/04) e Bombeiros (02/04)
Ilha do Retiro (Sport) – 1x, Vigilância Sanitária (09/04)
Aflitos (Náutico) – 2x, PM (20/04) e Bombeiros (20/04)

Situação ok com os quatro laudos técnicos (e data do vencimento mais próximo)
Paulo Coelho (Petrolina) – 20/07/2020
Cornélio de Barros (Salgueiro) – 10/09/2020
Vianão (Afogados) – 02/10/2020
Arena Pernambuco (Retrô e Vitória) – 18/02/2021

Coronavírus no Brasil (até 31/05)
De acordo com o Ministério da Saúde, já são 498,4 mil contaminados e 28.834 mortos no país por causa do Covid 19. Só em Pernambuco são 34,4 mil infectados e 2.807 óbitos, considerando a atualização do governo até esta data. Por uma questão lógica, creio, a volta do futebol nos estados deve ocorrer apenas com o consentimento das respectivas secretarias de saúde.

Leia mais sobre o assunto
FPF traça protocolo oficial para a volta dos treinos e inclui 600 testes de Covid 19

As projeções sobre a última rodada, com as chances de classificação no Pernambucano 2020

Análise: Em caso de encerramento precoce, motivos para declarar (ou não) o Santa campeão em PE


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •