Compartilhe!

A última decisão, com um Grenal na casa gremista, foi a maior audiência na capital em 12 anos.

Em 2020, pelo segundo ano seguido, o futebol gaúcho conta com os seus dois principais clubes na Taça Libertadores. Entretanto, apesar do sarrafo mais elevado em termos de desempenho, o campeonato estadual segue estagnado – curiosamente, é o inverso do que acontece em Minas Gerais nesta temporada. Em relação à última edição, o Gauchão terá o acréscimo de apenas R$ 1 milhão no montante pago pela RBS, a afiliada da Rede Globo no estado. No mesmo período, a cota do campeonato mineiro aumentou R$ 5 mi e abriu vantagem no geral: 41,6 mi x 37,0 mi.

Segundo a reportagem do jornal Zero Hora, o contrato de transmissão foi renovado por mais duas temporadas – ou seja, a emissora não exerceu a cláusula de interrupção, existente devido ao impasse sobre a continuidade do aporte nos Estaduais, à parte do Paulistão.

Para 2020, o aumento (tímido) da verba da televisão ocorreu basicamente na dupla Grenal, com R$ 500 mil para cada – não por acaso, esta competição tem uma das maiores concentrações de receita, com 70,2% da cota repartida entre gremistas e colorados. A cota do Juventude também subiu, de R$ 1,0 mi para R$ 1,5 mi, mas por uma questão técnica. Entre os clubes intermediários do Rio Grande do Sul há uma bonificação de R$ 500 mil em caso de participação na Série B – e o time de Caxias do Sul obteve o acesso nacional em 2019.

Campeonato Gaúcho de 2020 // Contrato: Globo (2020-2021)
-Plataformas: tevê aberta (RBS TV), fechada (SporTV) e pay-per-view (Premiere)
-Alcance da TV aberta: RS (11,20 milhões de telespectadores)
-12 clubes (de 11 a 17 jogos para qualquer participante)
-Cota de TV (total): R$ 37 milhões
-Premiação: nada (via emissora)

Cota 1 (2 times) – R$ 13,0 milhões (Grêmio e Internacional)

Cota 2 (2 times) – R$ 1,5 milhão (Brasil de Pelotas e Juventude)

Cota 3 (8 times) – R$ 1,0 milhão (Aimoré, Caxias, Esportivo, Novo Hamburgo, Pelotas, São Luiz, São José e Ypiranga)

Diferença entre a maior cota e a menor: 13,0x (ou R$ 12,0 milhões)

Audiência da final de 2019 na tevê aberta*
14/04 – Internacional 0 x 0 Grêmio (42,1 pontos; 1.346.000 telespectadores)
17/04 – Grêmio (3) 0 x 0 (2) Internacional (52,0 pontos; 1.675.000 telespectadores)
* Via Ibope-Repucom, na Grande Porto Alegre

Audiência da final de 2018 na tevê aberta*
01/04 – Grêmio 4 x 0 Brasil de Pelotas (26,1 pontos; 924.000 telespectadores)
08/04 – Brasil de Pelotas 0 x 3 Grêmio (31,6 pontos; 1.193.600 telespectadores)
* Via Ibope-Repucom, na Grande Porto Alegre

Confira a análise de outros Estaduais em 2020: BA, MGCEPE, PRSP.


Compartilhe!